Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Tudo sobre: Tecnologia e Inovação

Consórcio de Libra conclui testes de longa duração no campo de Mero

10.4.2018 3

Concluímos nesta terça-feira (2/10) o teste de longa duração (TLD) no campo de Mero, localizado no bloco de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos. Iniciada em novembro de 2017, a produção foi realizada pelo FPSO Pioneiro de Libra, nossa primeira unidade dedicada a testes de longa duração equipada para injetar o gás produzido. 

 

Ver post completo

Celebramos memorando de entendimentos no segmento de energias renováveis com a Equinor

9.26.2018 6

Assinamos, com a empresa norueguesa Equinor (ex-Statoil), um memorando de entendimentos visando ao desenvolvimento conjunto de negócios no segmento de energia eólica offshore no Brasil. No âmbito da parceria estratégica já firmada entre as duas empresas, a Petrobras e a Equinor vêm investigando outras áreas potenciais de cooperação, incluindo desenvolvimento de iniciativas em energias renováveis.

Ver post completo

"Energia para transformar" foi o tema da Rio Oil Gas 2018

9.19.2018 5

Foi realizada, na última semana de setembro, no Riocentro, a Rio Oil & Gas, evento já tradicional no calendário dos profissionais do setor de óleo e gás.


 

Ver post completo

Completamos dez anos de produção no pré-sal

9.4.2018 1:

Passados dez anos desde o início da sua produção, o pré-sal brasileiro chegou à marca de 1,5 milhão de barris de petróleo por dia (bpd) — mais que o Reino Unido ou Omã, no Oriente Médio, cada qual com produção média de 1 milhão de bpd em 2017 — com 21 plataformas em operação. 

Ver post completo

“O gerenciamento de dados é o novo ‘óleo’ da indústria”, alerta nosso pesquisador em evento de tecnologia

12.8.2017 2

Uma plataforma marítima moderna pode ser equipada com até 80 mil sensores, capazes de gerar aproximadamente 15 petabytes, o equivalente a 15 milhões de gigabytes de informação, durante a vida útil da unidade. São informações que abrangem dados de produção, de segurança operacional, de comportamento de reservatório, entre outras. Imagine o quanto esse volume de dados estratégicos - uma vez registrados, interpretados e combinados aos demais dados de outras plataformas, por meio de uma ferramenta como o Big Data, por exemplo - pode gerar de valor para uma companhia de petróleo.  “O gerenciamento de dados é o novo “óleo” da indústria. O maior desafio é como conectar, integrar e extrair valor desse volume de dados imenso", explica o consultor do nosso Centro de Pesquisas (Cenpes), Luciano Pereira dos Reis, durante sua palestra, no Wired Festival, dedicado às novas tendências tecnológicas e à inovação.

Esse é apenas um exemplo entre uma gama enorme de ferramentas de transformação digital que podem ser utilizadas para gerenciamento e integração de grandes volumes de dados na indústria, muitas vezes dispersos e pulverizados entre diversos setores de uma mesma empresa. São instrumentos que vão desde inteligência artificial, automação, robótica, passando por ferramentas de colaboração, conectividade e  mobilidade, entre outras.  “A transformação digital abre imensas oportunidades  para as empresas ao facilitar a tomada de decisão e aumentar a produtividade. É uma autêntica alavanca para os negócios”, complementou Luciano. (...)

Ver post completo

Wired Festival discute transformações promovidas pela inovação no Rio

12.1.2017 7
 

Mais de cinquenta empreendedores, especialistas e investidores estão debatendo as transformações que a tecnologia e a inovação têm promovido no mundo na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. Foi o primeiro dia da terceira edição do Wired Festival no Brasil, que falou de temas como cibersegurança, medicina e educação. 

O desenvolvimento de novas tecnologias dá esperança a pacientes que sofreram lesões medulares, antes consideradas irreversíveis. Com o uso da realidade virtual e da interface cérebro-máquina, pesquisadores do Instituto Internacional de Neurociência, em Macaíba, no Rio Grande do Norte, estão conseguindo fazer com que paraplégicos recuperem os movimentos, num avanço que pode revolucionar os tratamentos de reabilitação. “Todo médico aprende na faculdade que a lesão medular é irreversível. A pesquisa serve para isso, questionar o conhecimento estabelecido. Está acontecendo”, afirmou Edgard Morya, diretor de Pesquisa do Instituto Internacional de Neurociência, que estuda a interface cérebro-máquina , em palestra no evento. (...)

Ver post completo

Perguntas e inventividade ganham destaque na Jornada pelo Conhecimento

11.25.2017

A busca contínua de nossos empregados e cientistas pelo conhecimento é a marca do novo filme da campanha “Uma jornada pelo conhecimento”. O vídeo destaca o papel das perguntas e da inventividade para a evolução da humanidade, dando continuidade ao primeiro comercial da série, que teve como tema a curiosidade das crianças. A segunda peça publicitária tem foco na busca pelo conhecimento na vida adulta. Produzidos pela agência DPZ&T, os filmes traduzem o novo posicionamento da nossa marca.  

“Este segundo filme representa mais um passo no sentido de reaproximar a marca Petrobras das pessoas, de conectá-la com sentimentos e crenças importantes para elas, como o incrível poder do conhecimento em transformar o mundo à nossa volta”, explica o gerente setorial de Publicidade da Petrobras, Raul de Santa Helena. (...)

Ver post completo

Nova campanha propõe uma Jornada ao Conhecimento

11.10.2017

Estamos num momento importante, de reforçar nosso posicionamento de marca. Amanhã começa a ser veiculada nossa nova campanha publicitária, que apresenta o conhecimento como a energia que movimenta o mundo, inspira as pessoas, faz a vida melhorar. (...)

Ver post completo

No último dia do HSM, Ram Charan sugere substituir o medo do futuro por informação

11.9.2017 1

O indiano Ram Charan, consultor e best seller, convidou a todos logo no início da sua fala no HSM2017 : "Por favor, levantem-se, fechem os olhos e meditem sobre o futuro. Não sejam pessimistas, sejam otimistas. Faz muita diferença". Foi a última palestra desses três dias de evento. A sala estava lotada e todos atenderam a sugestão de Charan.

Autor de diversos livros sobre evolução e comportamento corporativo, Charan sugeriu substituir o medo do futuro por informação. "Estamos na era da inteligência artificial, qualquer pessoa que não a conhece, tem medo. Mas a inteligência artificial é uma coleção de equações matemáticas desenvolvidas no final do século 19. Procure conhecê-la e entendê-la, para então, tirar proveito".

Ver post completo

"O cenário de crise é o ideal para assumir riscos e apostar em tentativas", diz Nassim Taleb

11.7.2017 3

HSM_Petrobras_2017.jpgO analista e best seller libanês Nassim Taleb  abriu o dia de apresentações desta terça-feira (07/11) na HSM 2017, em São Paulo. O evento tem como tema “O poder do conhecimento”. Taleb falou sobre outro poder defendido por ele, o da fragilidade. Para ele, o cenário de crise é  o ideal para assumir riscos e apostar em tentativas.  “É preciso sondar as incertezas, as tentativas podem melhorar os processos. E quando você comete um erro, tem um pequeno lado negativo e um grande lado positivo”, disse. “Você pode ganhar dinheiro com os seus próprios erros. É só estar disposto a mudar sua estratégia, se moldando naquilo que você for aprendendo”.

Parte da biografia de Nassim é resultante dessa competência de enxergar vantagem no que parece “frágil” do ponto de vista econômico. Há 30 anos ele se beneficiou da histórica black monday americana, quando o índice Dow Jones despencou mais de 22% e Taleb, beneficiando–se  da volatilidade  (e do risco),  lucrou uma quantia astronômica (fala-se de dezenas de milhões de dólares). Não por acaso, o escritor afirmou que se tornou “cientista” econômico por uma questão de oportunidade. “Ao tentar me beneficiar do caos tornei-me um analista” , disse. “Porque as crises não são necessariamente ruins, eu diria até que são benéficas”. (...)

Ver post completo