Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Fontes alternativas e gestão eficiente devem garantir economia recorde com energia

24.Jul.2016

Universidade-Petrobras.jpgO desempenho do modelo de gestão energética predial adotado pela nossa área de Serviços Compartilhados tem ano a ano superado as expectativas. Para 2016, a projeção é de que a redução de gastos para atender as unidades monitoradas pelo sistema chegue a R$ 30,9 milhões. O valor representa 35% do montante total economizado nos últimos cinco anos. Desde a implantação do projeto, em 2009, houve uma economia total de R$ 86 milhões, o que significou em média 25% a menos nos custos com compra de energia elétrica.

“Nosso modelo de gestão predial administra mais de 50 instalações em diversos estados brasileiros. Juntas, essas unidades tiveram em 2015 um consumo de energia elétrica no montante de 218.636 MWh/ano”, comentou Marcelo Ivan, coordenador de Administração Predial. Criado para reduzir em até 40% a intensidade energética e realizar compras de energia com menor custo, o projeto respondeu já em 2010 por uma economia de R$ 3,7 milhões. (...)

Ver post completo

Aprovamos a continuidade das obras da Refinaria Abreu e Lima (RNEST)

22.Jul.2016

Rnest-.jpg

Nosso Conselho de Administração (CA) aprovou, em reunião realizada nesta sexta-feira, a reavaliação do projeto da Refinaria Abreu e Lima (RNEST). A decisão permitirá a continuidade das atividades de contratação, atualmente em curso, para conclusão da unidade de abatimento de emissões (SNOX) e demais obras de complementação do Trem1 da Rnest.

A SNOX é uma das unidades da refinaria, com a função de tratar os gases resultantes do processo de produção de combustíveis com baixo teor de poluentes, tais como o Diesel S-10. (...)

Ver post completo

Reavaliamos o projeto do Comperj

22.Jul.2016

Nosso Conselho de Administração (CA) aprovou, em reunião realizada nesta sexta-feira, a reavaliação do projeto do Comperj. Essa decisão permitirá a continuidade das atividades de implantação das unidades do Comperj associadas à Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN).

A UPGN faz parte do Projeto Integrado Rota 3 que contempla também o Gasoduto Rota 3, o Tratamento Complementar de Gás no Terminal de Cabiúnas e a faixa de Dutos Norte Rota 3. Juntos, esses projetos completam a infraestrutura de escoamento e processamento de gás natural do pólo pré-Sal da bacia de Santos. (...)

Ver post completo

Assinamos o contrato de venda da Petrobras Chile

22.Jul.2016

Assinamos hoje, com a Southern Cross Group, o contrato de compra e venda (Sale and Purchase Agreement – SPA) de 100% da Petrobras Chile Distribuición Ltda (PCD), detida através da Petrobras Caribe Ltda.

O valor estimado da entrada de caixa é de US$ 464 milhões, divididos da seguinte maneira: US$ 88 milhões oriundos da distribuição do excedente de caixa, anteriormente ao encerramento da transação (closing); US$ 367 milhões a serem pagos pela Southern Cross, no dia do fechamento do negócio; e US$ 9 milhões, a título de ajuste de preço, a serem desembolsados em até 65 dias úteis após o closing.(...)

Ver post completo

Alteramos o modelo de venda da Petrobras Distribuidora (BR)

22.Jul.2016

Nosso Conselho de Administração aprovou, em reunião realizada hoje, a alteração do modelo de alienação de participação na subsidiária Petrobras Distribuidora (BR), encerrando o processo competitivo em curso e iniciando uma nova modalidade de venda.
 
No âmbito do processo vigente, recebemos três propostas que, após as análises efetuadas, não atenderam aos nossos objetivos. (...)

Ver post completo

Nosso diretor apresenta práticas de governança

20.Jul.2016

elek_estadao.jpgNossas novas práticas de governança corporativa foram apresentadas nesta terça-feira no evento Fóruns Estadão, organizado pelo jornal O Estado de São Paulo para debater temas que afetam o país. O evento, realizado na capital paulista, contou com a presença do nosso diretor de Governança, Risco e Conformidade, João Elek Junior, que participou do Painel Desafios.

O diretor ressaltou que estamos aproveitando todas as oportunidades para provar que somos uma empresa íntegra. "Nós queremos conquistar a confiança dos nossos públicos estratégicos e caminhar para uma jornada de recuperação. A empresa tem absolutamente tudo para voltar a despontar como uma das grandes líderes do seu setor. Seu corpo técnico, seus funcionários e sua atividade são absolutamente íntegros", disse. Ele destacou ainda que uma boa governança corporativa tende a transmitir confiança e, para alcançá-la, é preciso transparência. (...)

Ver post completo

Ação judicial contra Astra Oil

19.Jul.2016

Demos entrada em ação judicial contra o grupo Astra nos Estados Unidos, a fim de obter indenização por prejuízos decorrentes de condutas ilícitas relacionadas à compra da refinaria de Pasadena, localizada no Texas, em 2006.

O processo ainda está em fase inicial e fatos relevantes sobre o tema serão divulgados aos nossos públicos.

Ver post completo

Estamos entre as empresas mais inovadoras do Brasil

19.Jul.2016

premio-inovacao.pngFomos eleitos como a empresa mais inovadora do país no quesito Indústria de Base e Metalurgia, que inclui as empresas de óleo e gás, em evento do Prêmio Valor Inovação Brasil 2016, realizado na última segunda-feira (18), em São Paulo. Essa é nossa estreia na competição e já ficamos em 14º lugar no ranking das 100 empresas mais inovadoras do Brasil.

O Prêmio Inovação, realizado pelo jornal Valor Econômico desde o ano passado, foi criado com o objetivo de reconhecer empresas que se destacam no desenvolvimento de pesquisa e tecnologia no país em 17 setores da economia. O ranking é elaborado a partir de uma pesquisa realizada pelo veículo em parceria com a consultoria Strategy& e da análise de dados como investimentos em inovação, melhores práticas, criação de novos produtos e soluções e estratégias, entre outros indicadores. (...)

Ver post completo

Avaliamos parceria para a Petrobras Distribuidora

18.Jul.2016

Em relação ao processo de busca de parceiro estratégico para nossa subsidiária Petrobras Distribuidora (BR), informamos que estamos avaliando as propostas recebidas e que não há, até o momento, nenhuma deliberação por parte da nossa Diretoria Executiva ou do nosso Conselho de Administração sobre a alteração da modalidade de venda, visando ao compartilhamento de controle.

A expectativa, entretanto, é que o assunto seja apreciado pelos nossos órgãos internos de governança e seja deliberado pelo Conselho de Administração ainda no mês de julho.

Ver post completo

Firmamos acordo de leniência com a SBM Offshore e autoridades brasileiras

15.Jul.2016

Assinamos nesta sexta-feira com o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle (MTFC), o Ministério Público Federal (MPF), a Advocacia Geral da União (AGU) e a SBM Offshore acordo de leniência que prevê o ressarcimento de US$ 341,8 milhões (aproximadamente R$ 1,12 bilhão) pela empresa holandesa à Petrobras (US$ 328,2 milhões) e aos cofres públicos (US$ 13,6 milhões). O acordo é resultado de processo de negociação iniciado em março de 2015. 

Receberemos US$ 149,2 milhões em três parcelas. A primeira, no valor de US$ 129,2 milhões, será paga tão logo o acordo entre em vigor. A segunda e a terceira serão desembolsadas em 12 e 24 meses após a assinatura do acordo, cada uma no valor de US$ 10 milhões. (...)

Ver post completo