Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Festival de música celebra restauração de espaço cultural no Rio

25.Abr.2015

casa-choro.jpgA partir deste sábado (25/4), o Rio de Janeiro sedia o VI Festival Nacional do Choro, evento que celebra a inauguração do primeiro centro de referência do gênero musical no estado. A festa, que vai se estender até a Praça Tiradentes, no Centro do Rio, reunirá 20 grupos do Brasil e do exterior.

Localizada na Rua da Carioca, a Casa do Choro contará com oito salas de aula, estúdio, centro de pesquisa e auditório para shows e palestras. Construção erguida no início do século XX, com características semelhantes às dos templos mouros (daí o apelido “mourisquinho”), o prédio histórico é tombado pelo INEPAC e foi cedido pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro para o Instituto Casa do Choro. O imóvel, que segundo pesquisas foi construído por volta de 1902, estava em ruínas e foi totalmente restaurado, contando com nosso patrocínio.

O espaço é administrado pelo Instituto Casa do Choro, sob a presidência da compositora e cavaquinista Luciana Rabello, e vice-presidência do compositor, arranjador e violonista Mauricio Carrilho. O instituto é responsável pela Escola Portátil de Música (EPM) que, desde o ano 2000, já ofereceu conhecimento musical através da linguagem do choro para mais de 10 mil estudantes e, atualmente, mantém cerca de 1.100 alunos matriculados nas oficinas que acontecem na UNIRIO. (...)

Ver post completo

Divulgação das demonstrações contábeis do primeiro trimestre de 2015

24.Abr.2015

EdiseNosso Conselho de Administração (CA) se reunirá no dia 15 de maio para apreciar as demonstrações contábeis do primeiro trimestre de 2015.

Esperamos divulgar as demonstrações contábeis ao mercado após a decisão do CA.

Ver post completo

Divulgamos nossas demonstrações contábeis auditadas

22.Abr.2015

demonstracoes-compromisso.jpgApresentamos prejuízo de R$ 21,6 bilhões em 2014, em função, principalmente, da perda por desvalorização de ativos (impairment), de R$ 44,6 bilhões; e da baixa decorrente de pagamentos indevidos identificados no âmbito da Operação Lava Jato, de R$ 6,2 bilhões. Também impactaram os resultados, o provisionamento de perdas com recebíveis do setor elétrico (R$ 4,5 bilhões), as baixas relacionadas à construção das refinarias Premium I e II (R$ 2,8 bilhões) e o provisionamento do Programa de Incentivo ao Desligamento Voluntário – PIDV (R$ 2,4 bilhões).

A geração de caixa operacional alcançou R$ 59,1 bilhões em 2014 e o lucro bruto, de R$ 80,4 bilhões, foi 15% superior ao de 2013. Estes valores refletem o aumento da demanda e maiores preços de venda de derivados no mercado interno. Terminamos o ano com R$ 68,9 bilhões em caixa.

O valor referente aos pagamentos indevidos identificados foi calculado a partir de metodologia baseada nos depoimentos tornados públicos no âmbito da Operação Lava Jato. Foi aplicado percentual de 3% sobre contratos com 27 empresas citadas como membros do cartel, entre 2004 e 2012. No caso de pagamentos para empresas fora do cartel, foram considerados valores específicos citados nos depoimentos. Esta baixa foi reconhecida no 3º trimestre de 2014, período no qual foi apurado prejuízo de R$ 5,3 bilhões. (...)

Ver post completo

Colaboramos com investigações sobre SBM

20.Abr.2015

edise.jpgEm virtude de matéria publicada no domingo (19/4) nos jornais O Globo e Folha de S. Paulo insinuando que a Petrobras "blindou roubalheira da SBM", reiteramos que tomamos conhecimento das denúncias de supostos pagamentos de suborno pela SBM Offshore (SBM) a empregado ou ex-empregado, em notícia publicada pelo jornal Valor Econômico, de fevereiro de 2014.

Diante de tal informação, criamos uma Comissão Interna de Apuração para averiguar a veracidade dos fatos expostos na reportagem.

Em março de 2014, a Comissão Interna de Apuração, restrita a sua competência regulamentar, concluiu seus trabalhos sem ter encontrado fatos ou documentos que evidenciassem qualquer pagamento indevido. Tanto as conclusões da Comissão Interna de Apuração, quanto eventuais informações surgidas posteriormente a este trabalho, foram repassadas para as autoridades públicas competentes, para utilizar nas suas investigações, que dispõem de instrumentos legais que as Comissões Internas de Apuração não possuem, mantendo nossa postura de contribuir com as apurações de tais autoridades. A CGU realizou auditoria em todos os processos de contratação de FPSO com a SBM. Cabe ressaltar que, em 2 de abril de 2014, a própria SBM informou publicamente que também não havia encontrado qualquer evidência de pagamentos impróprios. (...)

Ver post completo

Aprovamos novos contratos de financiamento e acordo de cooperação

17.Abr.2015

Edise2Comunicamos a aprovação dos seguintes contratos:

- Financiamento com o Banco do Brasil, no valor de R$ 4,5 Bilhões, na modalidade de nota de crédito à exportação, através da subsidiária Petrobras Distribuidora, pelo prazo de seis anos;

- Limite de financiamento pré-aprovado” (standby), com a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 2 bilhões e prazo de até cinco anos;

- Limite de financiamento pré-aprovado” (standby), com o Bradesco, no valor de R$ 3 bilhões e prazo de até cinco anos.

- Acordo de Cooperação (Cooperation Agreement) com o banco Standard Chartered, para uma operação de “Venda com Arrendamento e Opção de Re-compra” (sale and leaseback) de plataformas de produção, no valor de até US$ 3 bilhões e prazo de 10 anos. (...)

Ver post completo

Produção de petróleo e gás natural em março

17.Abr.2015

672mil-barris-blog.j...Nossa produção de petróleo e gás natural no Brasil e no exterior, em março de 2015, foi de 2 milhões 764 mil barris de óleo equivalente por dia, 1,3 % inferior ao patamar registrado em fevereiro de 2015 (2 milhões 801 mil boed).

Desse total, 2 milhões 574 mil boed foram produzidos no Brasil e 189,9 mil boed no exterior. A produção de 2 milhões 764 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) é superior em 8,3% ao volume produzido em março de 2014, de 2 milhões 551 mil boed.

Produção de óleo e gás no Brasil
A produção total de petróleo e gás natural no Brasil, em março, foi de 2 milhões 574 mil boed, 1,4% inferior ao patamar registrado em fevereiro (2 milhões 612 mil boed), e 10,4% superior à produção de março de 2014 (2 milhões 331 mil boed).

Nossa produção total de petróleo e gás natural operada no Brasil - que inclui a parcela operada para as empresas parceiras - foi de 2 milhões 834 mil boed, 0,7% inferior ao patamar registrado em fevereiro (2 milhões 854 mil boed). (...)

Ver post completo

Nova descoberta na Bacia do Amazonas

16.Abr.2015

amazonas.jpgLeia o comunicado que divulgamos hoje sobre nova descoberta:

A Petrobras comunica a descoberta de uma nova acumulação de óleo e gás na Bacia do Amazonas, no Bloco AM-T-84.

A descoberta ocorreu durante a perfuração do poço 1-BRSA-1293-AM (nomenclatura ANP), informalmente conhecido como Jusante do Anebá. O poço foi perfurado até a profundidade final de 2.040 metros. (...)

Ver post completo

Descoberta de petróleo na porção terrestre da Bacia do Espírito Santo

16.Abr.2015

espirito-santo.jpgLeia o comunicado que divulgamos hoje:

A Petrobras informa a descoberta de acumulação de petróleo na porção terrestre da Bacia do Espírito Santo.

A descoberta se deu por meio da perfuração do poço pioneiro 1-BRSA-1302-ES (nomenclatura ANP), informalmente conhecido como Guayacan. Este poço é parte do Plano de Avaliação de Descoberta (PAD) de Tabebuia e localiza-se a cerca de 120 km da cidade de Vitória.

Os reservatórios estão situados a 711 metros de profundidade e a perfuração do poço foi finalizada em 1.312 metros.

A Petrobras é operadora e detêm 100% do bloco exploratório ES-T-495.

Ver post completo

Somente informações que divulgamos sobre demonstrações contábeis são legítimas

16.Abr.2015

esclarecimento-imprensa.jpgLeia o esclarecimento que divulgamos na noite desta quinta-feira (16/4):

Um grande número de supostas informações, tais como metodologias, cálculos e valores acerca das demonstrações contábeis do 3º trimestre de 2014 e das demonstrações contábeis anuais da Petrobras vêm sendo veiculadas na imprensa.

Adicionalmente, considerações sobre os resultados de 2014 estão sendo inferidas a partir de documentos já divulgados, ou seja, tornados públicos pela própria Petrobras, assim como por estimativas de terceiros que utilizam metodologias e princípios contábeis de domínio público.

A Petrobras afirma que não são legítimas outras estimativas que não sejam aquelas divulgadas pela própria companhia através de comunicados e fatos relevantes ao mercado.

Por fim, reitera que as demonstrações contábeis serão divulgadas no dia 22 de abril.

Ver post completo

Comprovada boa produtividade dos reservatórios da área de Farfan, na Bacia de Sergipe

16.Abr.2015

farfan.jpgConcluímos o teste de formação (avaliação do potencial de uma jazida petrolífera) do poço 3-BRSA-1286-SES (nomenclatura ANP) / 3-SES-186 (nomenclatura Petrobras), localizado na concessão BM-SEAL-11, em águas ultraprofundas da Bacia de Sergipe-Alagoas.

O poço está localizado a 102,7 km da cidade de Aracaju (SE) e a 10,3 km do poço descobridor, em profundidade de água de 2.467 metros. Os resultados do teste de formação confirmaram a presença de petróleo leve (37° API) e a boa produtividade dos reservatórios. (...)

Ver post completo