Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Provas online do Programa de Estágio estarão disponíveis até segunda-feira

28.Fev.2015

provas_online.jpgAcrescentamos mais um dia para que candidatos inscritos no Programa de Estágio de Estudante façam a prova online, que é a primeira etapa do processo seletivo. A mudança, incluída no edital, informa que a prova deverá ser realizada e concluída, gratuitamente, nos dias 28 de fevereiro, 1º e 2 de março, sempre de 8 às 18h. No endereço eletrônico www.petrobras.com.br, o candidato deverá informar o e-mail e o CPF cadastrados no ato de inscrição para acessar o link da prova. (...)

Ver post completo

Assista ao segundo episódio da série Petrobras Nas Pistas

28.Fev.2015

Está no ar o segundo episódio da série Petrobras Nas Pistas. Desta vez, nos aventuramos em trilhas off-road para descobrir como um carro de rally aguenta o tranco. Depois, demos uma volta de Karmann-Ghia, um carro lançado há mais de 60 anos e que atrai fãs até hoje. Assista:

Acesse nosso ambiente especial e confira outros conteúdos sobre o universo automotivo.

Veja também o primeiro episódio da série exclusiva.

Ver post completo

Alteração na Diretoria Corporativa e de Serviços

27.Fev.2015

EdiseNosso Conselho de Administração aprovou a licença do diretor Corporativo e de Serviços, José Eduardo de Barros Dutra, para tratamento de saúde, por um período de até 90 dias, podendo ser prorrogada em caso de novo pedido. Esta aprovação é necessária, pois nosso Estatuto Social prevê que um diretor não pode se ausentar do exercício do cargo por um período superior a 30 dias sem licença ou autorização do Conselho de Administração.

Durante o período de licença do diretor, o Conselho aprovou a designação do Gerente Executivo de Recursos Humanos, Antônio Sergio Oliveira Santana, para desempenhar, interinamente, as funções da Diretoria Corporativa e de Serviços, acumulando ambas as funções. (...)

Ver post completo

Substituição de membro do Conselho de Administração

27.Fev.2015

edise.jpgInformamos que Márcio Zimmermann renunciou nesta sexta-feira (27/2) ao cargo de membro do nosso Conselho de Administração.

O Conselho de Administração, em reunião também realizada hoje, aprovou, por maioria, a eleição do advogado Luiz Navarro para ocupar o cargo de Conselheiro em substituição ao Conselheiro Márcio Zimmermann.

Luiz Navarro é consultor sênior no escritório Veirano Advogados e suas principais áreas de atuação são: (i) anticorrupção, integridade corporativa & compliance e (ii) direito administrativo e regulatório. Navarro trabalhou por 10 anos na Controladoria-Geral da União (CGU), onde exerceu os cargos de Secretário-Executivo, Secretário de Prevenção da Corrupção e Corregedor-Geral.

Essa eleição, conforme dispõem a Lei das Sociedades Anônimas e o Estatuto Social da Petrobras, é válida até a próxima Assembleia Geral de Acionistas.

Ver post completo

Imprensa erra ao dizer que delegamos a banco responsabilidade de buscar interessados em reservas

27.Fev.2015

esclarecimento-imprensa.jpgLeia o esclarecimento que divulgamos nesta sexta-feira (27/02):

Em relação a notícias publicadas pela imprensa, a Petrobras esclarece que não delegou ao banco JP Morgan a responsabilidade de mapear investidores interessados em adquirir reservas de petróleo sob concessão da petroleira, inclusive no pré-sal. A companhia reforça que está revisando seu planejamento financeiro e entende que deverá ser necessário reduzir seus investimentos, elevar os desinvestimentos, assim como estudar outras possibilidades de financiamento e de incremento do fluxo de caixa.

Além disso, a Petrobras mantém constante diálogo com as instituições bancárias e financeiras com intuito de contratar ou renovar linhas de crédito, atividade corriqueira por parte da companhia.

Ver post completo

Descumprimentos da Alumini nos levaram a rescindir contrato: leia nossa resposta à Band Rio

27.Fev.2015

Leia nossa resposta à TV Band Rio a respeito de contrato com a Alumini Engenharia:

Resposta: A Petrobras informa que rescindiu os contratos com a Alumini por uma série de descumprimentos da contratada, como o não atendimento das determinações regulares da Fiscalização do Contrato, a lentidão na prestação dos serviços que culminou no abandono da obra e o não pagamento de obrigações trabalhistas, contribuições previdenciárias e depósitos no Fundo de Garantia dos seus funcionários.

Embora todas as oportunidades de sanar as pendências contratuais tenham sido concedidas à Alumini enquanto os contratos ainda estavam vigentes, a contratada não atendeu às diversas solicitações da Fiscalização do Contrato.

Por fim, a Petrobras informa que sempre esteve em dia com suas obrigações em todos os contratos celebrados com a Alumini e esclarece que não é parte nas relações trabalhistas entre as empresas contratadas e seus respectivos funcionários e atuará no processo judicial nos estritos limites da lei. (...)

Ver post completo

Reunião do Conselho: não procedem notícias sobre discussão de compra de nossas ações por parte da União

26.Fev.2015

esclarecimento-imprensa.jpgEm relação a notícias publicadas, esclarecemos que não está prevista na agenda da próxima reunião do Conselho de Administração discussão sobre a utilização pela União de parte das reservas internacionais de US$ 380,5 bilhões para comprar nossas ações.

Além disso, confirmamos que consta da agenda desta reunião discussão sobre a contratação da empresa de auditoria para os exercícios de 2015 e 2016.

Ver post completo

Esclarecimento sobre revisão da nossa classificação de risco

26.Fev.2015

esclarecimento-imprensa-notebook.jpgSobre a revisão do nível de risco (rating) da nossa dívida, anunciada na terça-feira (24/3) pela agência Moody’s, ressaltamos que estamos trabalhando para garantir, o mais brevemente possível, uma divulgação transparente e com confiabilidade de nossos resultados financeiros de 2014.

Além disso, estamos implementando uma série de ações voltadas para a preservação do caixa e redução da alavancagem. Estamos revisando nosso planejamento financeiro e entendemos que deverá ser necessário reduzir nossos investimentos, elevar os desinvestimentos, assim como estudar outras possibilidades de financiamento e de incremento do fluxo de caixa. Temos trabalhado também no aprimoramento de nossos controles internos, como demonstra a criação da diretoria de Governança, Risco e Conformidade. (...)

Ver post completo

Lei de Acesso à Informação: respostas e esclarecimento ao Globo

25.Fev.2015

resposta-o-globo.jpgLeia o esclarecimento enviado ao jornal O Globo sobre reportagem que aborda o cumprimento da Lei de Acesso à Informação:

"Em relação à matéria “Petrobras não cumpre Lei de Acesso à Informação”, publicada hoje, 25/2, no  portal O Globo online, a Petrobras esclarece que, ao contrário do noticiado na matéria, respondeu a 13.215 pedidos de informações, entre maio de 2012 a novembro de 2014. No total, 93% destas solicitações foram atendidas. O percentual de negativas de acesso corresponde a dados estratégicos protegidos pelo sigilo empresarial, conforme previsto na Lei, cuja revelação violaria o dever de lealdade dos administradores e revelaria nossas vantagens competitivas. A Petrobras reitera que cumpre a Lei de Acesso à Informação. 

Com relação a investimentos em publicidade, não há restrição da divulgação dos valores globais investidos em 2014. A Petrobras informou ao jornal O Globo que os valores gastos neste ano estão em consolidação e serão divulgados na primeira semana de março."

Leia também as perguntas do jornal e as respostas que enviamos:

PERGUNTAS:

1- Por que a empresa não divulga a agenda pública de seus dirigentes?

2- Por que a empresa não divulga o salário de seus funcionários?

3- Por que não estão disponíveis no site da empresa relatórios de gestão e processos de contas anuais de 2012 a 2014? (...)

Ver post completo

Agência Moody’s revê nossa classificação de risco

25.Fev.2015

Leia o comunicado divulgado nesta terça-feira (24/02) pela nossa área de Relacionamento com Investidores:

A Petrobras comunica que a agência de classificação de risco Moody’s anunciou a revisão do nível de risco (rating) da dívida em moeda estrangeira da Petrobras de Baa3 para Ba2, mantendo esta classificação em revisão. Com esta nota a Petrobras deixa de ser classificada como “grau de  investimento” por esta agência.

Esta revisão, segundo a Moody´s, reflete a preocupação com as investigações de corrupção em curso e as possíveis pressões sobre a liquidez da Companhia resultantes do atraso na divulgação das demonstrações financeiras auditadas.

A Moody’s também ressalta que a Companhia deverá passar por um momento desafiador objetivando a redução do seu endividamento nos próximos anos e irá necessitar de mais tempo do que o anteriormente previsto para reduzir sua alavancagem. (...)

Ver post completo