Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Firmamos acordo com Japão para financiamento de construção e conversão de plataformas

01.Ago.2014

acordo-japao-financiamento.jpgAssinamos acordo de emissão de garantia para empréstimo no valor de US$ 500 milhões destinados a projetos de construção e conversão de doze cascos de plataformas do tipo FPSO (unidade que produz, armazena e transfere petróleo e gás). O acordo foi firmado com a agência japonesa de seguro de crédito Nippon Export and Investment Isurance - NEXI  e com o Banco Mizuho.

Nesta sexta-feira (1/8), no Palácio do Planalto, em Brasília, foi realizada a troca dos documentos previamente assinados, na presença da presidenta da República, Dilma Rousseff, do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, da nossa presidente, Maria das Graças Silva Foster, do presidente da NEXI, Kazuhiko Bando, e do gerente executivo do Banco Mizuho,, Hiroshi Suchiro.

Essas plataformas estão sendo construídas para o desenvolvimento dos projetos do pré-sal, na Bacia de Santos, sendo oito (P- 66, P- 67, P-68, P-69, P-70, P-71, P-72, P-73) para os blocos BM-S-9 e BM-S-11 e as demais (P-74, P-75, P-76 e P-77) para a áreas da Cessão Onerosa.

Veja mais

Refinaria de Paulínia inaugura última unidade do projeto de modernização

01.Ago.2014

refinaria-paulinia-600.jpgA Refinaria de Paulínia (Replan) inaugurou a última unidade que faltava para encerrar seu projeto de ampliação e modernização. A entrada em operação da Unidade de Tratamento de Gás Residual (UTGR) marca a conclusão de um dos maiores e mais complexos programas de modernização dentre as nossas refinarias, com um investimento de mais de US$ 5 bilhões. Os novos equipamentos, além de sua importância ambiental em produzir derivados ainda mais limpos, porque melhoram a eficiência na recuperação do enxofre gerado no processo produtivo, têm também possibilitado o aumento da produção de diesel e gasolina, em função da integração e otimização com as demais unidades da refinaria.

Inaugurada em 12 de maio de 1972, a Replan é a nossa maior refinaria em capacidade de processamento de petróleo, equivalente a 415 mil barris/dia. Sua produção corresponde a 20% de todo o refino de petróleo no Brasil, processando aproximadamente 80% de petróleo nacional, grande parte da Bacia de Campos. (...)

Veja mais

Transpetro comemora dois anos de operação do navio Sérgio Buarque de Holanda

01.Ago.2014

Uma das sete embarcações já em operação do Programa de Modernização e Expansão da Frota da Transpetro (Promef), o navio Sérgio Buarque de Holanda completou em julho de 2014 dois anos de atividades. Com 183 metros de comprimento e capacidade para o transporte de 56 milhões de litros de combustíveis, o navio foi a terceira embarcação entregue à Transpetro através do Promef, em julho de 2012.

O petroleiro integra o primeiro lote de encomendas já entregues, que inclui os navios Celso Furtado (novembro/2011), Rômulo Almeida (janeiro/2013) e José Alencar (janeiro/2014). O navio foi o primeiro do Promef a realizar uma viagem internacional. Em fevereiro de 2013, partiu rumo à ilha de St. Eustatius, no Caribe, onde foi carregado com 300 mil barris de óleo diesel, retornando ao Brasil, em seguida, para descarregar no Terminal de São Luís.

A embarcação homenageia o escritor Sérgio Buarque de Holanda, autor do livro Raízes do Brasil, uma das obras mais importantes sobre a formação da sociedade brasileira. O escritor morreu em 1982, aos 79 anos, deixando sete filhos: Sérgio, Álvaro, Maria do Carmo, Ana, Cristina, Miúcha e Chico Buarque. (...)

Veja mais

Esclarecimento sobre investimentos em publicidade

01.Ago.2014

esclarecimento-imprensa-notebook.jpgEm relação a reportagens publicadas na imprensa sobre investimentos em publicidade, mais uma vez, esclarecemos que:

O aumento de 17% nos gastos com publicidade, quando comparadas as veiculações nos primeiros semestres de 2013 e 2014, não é incomum, uma vez que a variação média dos custos de tabela dos veículos de comunicação no período de janeiro de 2013 a junho de 2014 foi de 18%, segundo estudo do Instituto Jove (empresa de inteligência em mídia que faz o acompanhamento da variação de tabela dos principais veículos de comunicação do Brasil). Ou seja, o suposto acréscimo foi absorvido pelo reajuste dos veículos.

Em 2013 - assim como em 2014 - a média mensal de investimentos em publicidade da Petrobras veiculada em maio e junho foi cerca de três vezes superior à dos quatro primeiros meses do ano. Portanto, não há correlação entre aumento no investimento em publicidade e o calendário eleitoral.

A Petrobras ressalta ainda que os custos com publicidade também aumentaram em 2014 em função das Notas de Esclarecimento que a companhia teve de publicar nos principais jornais para disponibilizar aos leitores informações corretas. Paralelamente, os anúncios institucionais veiculados pela Petrobras no primeiro semestre deste ano, que integram a campanha “A Gente é mais Brasil”, foram fundamentais para divulgar os resultados e as metas para os próximos cinco anos previstas no Plano de Negócios e Gestão 2014/2018 - como os recentes recordes de produção no pré-sal e o aumento de 7,5% previsto para a produção da Petrobras em 2014. (...)

Veja mais

Pasadena: carta ao portal Terra

01.Ago.2014

carta-geral.jpgLeia carta que enviamos ao portal Terra:

Ao contrário do informado por este portal em 30/07, José Orlando Melo de Azevedo, ex-presidente da Petrobras América (PAI), não foi demitido. Após exercer a presidência da PAI, foi diretor da Transportadora Associada de Gás S.A. (TAG) e em junho último pediu sua aposentadoria.

Quanto ao pagamento pela Astra do valor de US$ 42,5 milhões por Pasadena, a Petrobras esclarece que teve acesso a documentos que demonstram outros pagamentos feitos à Crown pela Astra. O total dos pagamentos foi estimado pela Petrobras em US$ 248 milhões. Após a aquisição, a Astra fez investimentos de US$ 112 milhões, antes da venda à Petrobras, totalizando um desembolso de US$ 360 milhões.

Sobre suposta "culpa dos diretores" pela compra de Pasadena, a companhia esclarece que a decisão do TCU promove o início de um processo em que será dada a oportunidade, pela primeira vez, de defesa individual dos gestores, não significando qualquer condenação.

Veja mais

Centro Educacional: resposta ao jornal O Globo

01.Ago.2014

Leia a resposta que enviamos ao jornal O Globo a respeito de convênio com a prefeitura de Duque de Caxias para a construção do Centro Educacional Esportivo:

Resposta: "A Petrobras firmou, em 29 de novembro de 2007, convênio com a Prefeitura Municipal de Duque de Caxias, com prazo inicial de 1.100 dias, e objetivo de desocupar áreas para instalação dos projetos Plano Diretor de Dutos (PDD), Plangás, GNL, GLP, Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj); além de áreas não edificantes e a área de reservação da Reduc.

A companhia tem como obrigação o repasse de recursos de cerca de R$ 30,8 milhões para a realização de indenizações para a desocupação das áreas pelo município; e de cerca de R$ 38,9 milhões para a construção do Centro Educacional Esportivo, como contrapartida, com obras também sob responsabilidade do município.

Inicialmente, o convênio destinava-se à construção desse Centro Educacional Esportivo. Por solicitação da gestão municipal, o objeto foi alterado para a implantação da Universidade Municipal de Duque de Caxias, alteração esta limitada ao recurso destinado para construção do Centro Educacional Esportivo, ou seja, sem custo adicional para a Petrobras.

O município iniciou as obras para o Centro em junho de 2008, vindo a paralisá-las em janeiro de 2009. As mesmas foram retomadas em janeiro de 2010. No entanto, desde de novembro de 2011 encontram-se novamente paradas. (...)

Veja mais

Usina de Biodiesel de Candeias completa seis anos e amplia capacidade

31.Jul.2014

candeias.jpgCom uma perspectiva de renovação e aumento de capacidade produtiva, a Usina de Biodiesel de Candeias, na Bahia, completa nesta semana seis anos de operação. De acordo com o presidente da Petrobras Biocombustível, Alberto Fontes, está prevista a elevação da capacidade da planta de 217 milhões de litros de biodiesel por ano para 300 milhões de litros, aumentando o potencial de participação da maior usina da Petrobras Biocombustível no mercado nacional. Segundo o presidente, o novo processo de ampliação será feito “com segurança e confiabilidade, aprimorando a qualidade de todo o processo, do pré-tratamento ao produto final”.

A usina integra o parque produtor de biodiesel da empresa, incluindo usinas próprias e unidades em parceria, que juntas têm, hoje, capacidade total de produzir 821 milhões de litros/ano. A unidade possui sistemas de instrumentação e controle automatizados, além de flexibilidade no processamento de óleos vegetais brutos e no uso de matérias-primas diversas, podendo processar ainda sebo bovino e OGR (óleos e gorduras residuais).

Veja mais

Programa Petrobras Jovem Aprendiz capacita mais de 360 jovens para mercado de trabalho na Bahia

31.Jul.2014

A terceira edição do Programa Petrobras Jovem Aprendiz na Bahia (PPJA-Bahia) será encerrada nesta sexta-feira (01/08) com a marca de mais de 360 jovens capacitados para o mercado de trabalho no período de 2012 a 2014. Na ocasião,  será realizada solenidade para marcar o encerramento da terceira etapa do programa, em Salvador.

A edição teve duração de 24 meses e ofereceu carteira assinada, salário mínimo integral para uma jornada de 4 horas diárias, vale transporte e refeição, 13º salário e férias aos aprendizes de 11 cidades baianas: Alagoinhas, Araçás, Camaçari, Candeias, Cardeal da Silva, Catu, Entre Rios, Pojuca, Salvador, São Francisco do Conde e São Sebastião do Passe.

Durante o primeiro ano, a preparação é voltada para a cidadania e qualificação profissional; no segundo, realizam vivência profissional na Petrobras. O treinamento inclui informações sobre qualidade de vida, meio ambiente, direitos humanos, entre outras. Na profissionalização, as opções foram manutenção mecânica, eletricidade predial e industrial, montador de andaimes, edificações, pintura industrial, isolador térmico e auxiliar administrativo. (...)

Veja mais

Entenda o diferencial da nova gasolina Petrobras Grid:

31.Jul.2014

A nova gasolina Petrobras Grid já está disponível nos nossos postos em todo o país, garantindo maior desempenho, máxima eficiência e proteção do motor. Com a mesma octanagem da gasolina comum (IAD=87), o novo produto tem como diferencial um aditivo modificador de atrito, além de aditivos detergentes e dispersantes, especialmente desenvolvidos para o mercado brasileiro.

A Petrobras Grid possui teor máximo de enxofre de 50 ppm e coloração esverdeada. Ela pode ser utilizada em veículos movidos a gasolina ou flex, principalmente os equipados com injeção eletrônica, e tem a garantia de qualidade atestada pelo programa De Olho no Combustível. Com os aditivos do novo pacote, aumentam a resistência ao desgaste do motor e a vida útil das peças, enquanto se reduzem os depósitos nas válvulas de admissão e, consequentemente, os custos de manutenção do veículo. (...)

Veja mais

Estaleiro Inhaúma: retomada após 10 anos de inatividade

31.Jul.2014

Retomado em agosto de 2012, após dez anos sem projetos, o estaleiro Inhaúma está terminando a conversão do FPSO P-74 (unidades flutuantes de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás) e já tem programada também a conversão de outros três navios do tipo VLCC (Very Large Crude Carrier) em três cascos de modelos FPSOs que vão operar no campo de Búzios, na área do pré-sal da Cessão Onerosa: P-75, P-76 e P-77.

O antigo estaleiro Ishibrás, que na década de 1980 chegou a ser o estaleiro com a segunda maior carteira de encomendas do mundo na construção de navios, retomou as atividades quando o navio Titan Seema entrou no dique seco para ser convertido no FPSO P-74. A partir daí a conversão da P-74 ficou marcada como a primeira grande obra realizada no Inhaúma após a sua retomada, representando um marco na indústria naval brasileira, já que foi a primeira conversão de um casco dessa natureza feita no país. Atualmente, a P-74 está no dique seco finalizando os serviços de conversão do casco. Após esta fase, ficará atracada no cais 1 para que sejam executadas as atividades de acabamento.

O Titan Seena era um cargueiro do tipo VLCC (Very Large Crude Carrier), termo que designa os navios petroleiros com capacidade de carga ente 200 e 320 mil toneladas de porte bruto. A conversão inclui o reforço estrutural do casco; a construção de novos módulos de acomodação com capacidade para 110 pessoas; a substituição integral dos equipamentos originais, além da fabricação e instalação de 13 mil toneladas de estruturas novas necessárias para suporte dos módulos, das linhas de produção e do novo sistema de ancoragem, entre outros. (...)

Veja mais