Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Obras do emissário do Comperj: respostas à Reuters

30.Ago.2014

resposta-geral.jpgLeia as respostas que enviamos à Reuters, sobre obras do emissário do Comperj:

Pergunta: A prefeitura de Maricá informou que interrompeu a obra do emissário da Petrobras do Comperj. Segundo a prefeitura, haveria uma discordância em relação a compensações ambientais. Vocês confirmam que a obra foi paralisada?

Resposta: Sim.

Pergunta: O que houve para a obra ser paralisada?

Resposta: A notificação da Prefeitura de Maricá cita como motivo o "não cumprimento das compensações de infraestrutura devidas ao município".

Pergunta: Qual a posição da Petrobras sobre o tema?

Resposta: A Petrobras esclarece que foram obtidas todas as licenças ambientais necessárias junto ao órgão licenciador competente (INEA), e que cumpre com todas suas obrigações legais. Os recursos de compensações relativas à obra do emissário de efluentes estão provisionados e devem ser investidos na área de influência direta do projeto. A companhia está em contato com a Prefeitura Municipal de Maricá para esclarecimentos e espera, até 5 de setembro, poder definir as alternativas técnicas que permitirão viabilizar o início dos repasses.

Pergunta: A questão atrapalha o cronograma do Comperj?

Resposta: A previsão de partida da Refinaria Trem 1 do Comperj está mantida para agosto de 2016.

Obs.: A reportagem “Prefeitura de Maricá interrompe obras do emissário do Comperj, da Petrobras” foi publicada pela Reuters na noite de sexta-feira (29/08).

 
Veja mais

Entenda para que servem os aditivos da nova gasolina Petrobras Grid

30.Ago.2014

grid-caracteristicas.jpgApós mais de 1.200 horas de testes, a nova gasolina Petrobras Grid está disponível em nossos postos, com um aditivo modificador de atrito, além de aditivos detergentes e dispersantes, especialmente desenvolvidos para o mercado brasileiro. Veja abaixo qual é a função de cada aditivo:

- Aditivos detergentes/dispersantes: mantêm limpo todo o sistema de alimentação do combustível, incluindo bicos injetores e válvulas de admissão do motor, proporcionando como benefícios como a maior durabilidade do motor (baixa formação/menor acúmulo de resíduos) e intervalos maiores entre as manutenções e, consequentemente, menor custo. (...)

Veja mais

Somos uma das ganhadoras do Troféu Transparência 2014

30.Ago.2014

refinaria-empregadosSomos uma das empresas vencedoras do Troféu Transparência 2014, figurando no ranking de empresas de capital aberto com faturamento acima de R$ 5 bilhões. O prêmio, que está em sua 18º edição, é um reconhecimento à transparência das empresas em relação às informações prestadas em demonstrações financeiras.

O Troféu Transparência é organizado pela Associação dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi) e Serasa Experian.

O prêmio foi anunciado em evento realizado na última quinta-feira (28/08), em São Paulo. A entrega do troféu será no dia 25 de setembro, quando serão divulgadas as empresas vencedoras nas categorias: Empresas de Capital Aberto - Receita líquida acima de R$ 5 bilhões; Empresas de Capital Aberto - Receita líquida até R$ 5 bilhões e Categoria Empresas de Capital Fechado.

Mais informações sobre o Troféu Transparência: http://www.anefac.com.br/trofeutransparencia.aspx

Veja mais

Orquestra Petrobras Sinfônica faz concertos gratuitos no Rio neste fim de semana

30.Ago.2014

A Orquestra Petrobras Sinfônica (Opes) retoma neste sábado (30/8) e domingo (31/8) as apresentações gratuitas, no Centro do Rio de Janeiro, com o objetivo de democratizar o acesso à música clássica.

Chamado “Opes em ação”, o concerto de sábado será às 20h no Salão Leopoldo Miguez, na Escola de Música da UFRJ (Rua do Passeio, 98). No domingo, às 16h, será a vez da apresentação na Igreja da Candelária (Praça Pio X).

Com regência do maestro e regente-assistente da Opes Felipe Prazeres, o programa traz as obras Ponteio (Claudio Santoro), Sinfonia nº 3 em Dó Maior (Bach), Elegia para Orquestra de Cordas (Tchaikovsky) e Suite Saint Paul, op.29 nº 2 (Holst).

Quando foi criado, em 1972, pelo maestro Armando Prazeres, o grupo tinha o nome de Orquestra Pró-Música e era composto por 45 instrumentistas. Hoje, 42 anos depois, a Orquestra Petrobras Sinfônica tem mais de 80 integrantes e é considerado um dos mais consagrados conjuntos musicais da América Latina. Patrocinamos a Orquestra Petrobras Sinfônica há 27 anos.

Mais informações no site www.petrobrasinfonica.com.br.

Veja mais

Nota de esclarecimento sobre a Refinaria Abreu e Lima

29.Ago.2014

esclarecimento-imprensa-notebook.jpgCom relação à matéria veiculada no jornal O Globo desta sexta-feira (29/08/14), sob o título "Petrobras: ex-diretor preso foi decisivo para aprovar Abreu e Lima", repudiamos veementemente a afirmação que “parte das sugestões de Costa foi aprovada por Graça”.

Esclarecemos que todas as proposições levadas à Diretoria Executiva por nossos diretores são aprovadas pelo colegiado, ou seja, não existe qualquer possibilidade de um único diretor aprovar individualmente a proposição de outro diretor, como o subtítulo da matéria dá a entender.

Também não é verdade a afirmação de que “a maioria das decisões sobre Abreu e Lima não passava pela Diretoria Executiva ou pelo Conselho de Administração da Petrobras”. Esclarecemos que todos os contratos e aditivos da Refinaria Abreu e Lima - RNEST, inclusive os assinados até 16/12/2013, por ocasião de sua incorporação foram submetidos previamente aos nossos órgãos competentes para autorização interna e recomendação para aprovação da RNEST, observadas as análises técnicas, comerciais, tributárias e jurídicas pertinentes, conforme modelo de governança do Sistema Petrobras. Registramos ainda, que não é atribuição do nosso Conselho de Administração aprovar contratos e aditivos da RNEST e de qualquer outro empreendimento.

Em relação ao questionamento “se as propostas de Costa nas reuniões de Diretoria Executiva foram revistas após as descobertas feitas pela PF”, informamos que todas as decisões tomadas no âmbito do colegiado da nossa Diretoria Executiva, no período de 2005 a 2011, obedeceram às normas e padrões vigentes e são auditadas regularmente conforme nosso Plano Anual de Atividade de Auditoria Interna. (...)

Veja mais

Mayra Aguiar é campeã mundial na Rússia

29.Ago.2014

A judoca gaúcha Mayra Aguiar, de 23 anos, consagrou-se campeã mundial da categoria meio-pesado feminino (até 78kg), nesta sexta-feira (29), no Mundial de Judô da Rússia. Mayra passou por todos os adversários e ganhou o ouro após derrotar a francesa Audrey Tcheumeo na decisão. Com o ouro, Mayra Aguiar, que nasceu em Porto Alegre, tornou-se a brasileira com o maior número de medalhas em mundiais, considerando-se tanto homens quanto mulheres. No total, ela tem quatro: além do ouro conquistado nesta sexta-feira, ela foi prata no Mundial de Tóquio em 2010, e bronze em Paris, em 2011, e no Rio de Janeiro, ano passado. Patrocinamos o judô brasileiro desde junho de 2013.

A luta mais difícil de Mayra foi contra a sua grande rival, a americana Kayla Harrison, na semifinal. Ela já havia vencido Mayra na semifinal da Olimpíada de Londres, em 2012, quando consagrou-se campeã olímpica. Na ocasião, Mayra ficou com a medalha de bronze. Na Rússia, a gaúcha deu a volta por cima e venceu a adversária, passando para a final. Kayla terminou com o bronze. Esta é a 38ª medalha do Brasil em mundiais. Além de Mayra, já foram campeões mundiais Rafaela Silva (2013), Luciano Corrêa (2007), Tiago Camilo (2007) e João Derly (2005 e 2007).

Neste sábado (30), último dia de competição individual, cinco brasileiros vão lutar: Luciano Corrêa no meio-pesado e David Moura, Rafael Silva, Maria Suelen Altheman e Rochele Nunes no pesado. No domingo (31), serão disputadas as competições por equipe. (...)

Veja mais

Pré-sal tem os poços mais produtivos do país

29.Ago.2014

FPSO-sao-paulo.jpgOs poços de petróleo mais produtivos do Brasil estão no pré-sal. Localizado no campo de Sapinhoá, na Bacia de Santos, o melhor poço do país produz em média 34 mil barris por dia. O poço é um dos quatro interligados ao FPSO Cidade de São Paulo, que atingiu sua capacidade máxima de produção – 120 mil barris por dia – em julho, com apenas quatro poços. FPSO (Floating Production Storage Offloading Unit) é a sigla em inglês que identifica uma plataforma flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo.

A superação das previsões iniciais também aconteceu com a plataforma Cidade de Angra dos Reis, no campo de Lula. Inicialmente, a previsão era de que ela atingisse sua capacidade, de 100 mil barris por dia, por meio de seis poços. Mas foram necessários apenas quatro, cada um produzindo cerca de 24 mil barris por dia, para chegar à marca. (...)

Veja mais

Remuneração de administradores: carta ao Estado de S. Paulo

29.Ago.2014

carta-geral.jpgLeia a carta que enviamos ao jornal O Estado de S. Paulo sobre a remuneração de nossos administradores:

Com relação à matéria publicada nesta quinta-feira (28/8), no jornal O Estado de S. Paulo, a Petrobras reforça a resposta enviada ao veículo esclarecendo que é errada a informação de que “a remuneração dos administradores da companhia foi reajustada em 43%”. Como já explicado em resposta enviada ao jornal, os valores não são comparáveis. O total referente ao primeiro semestre de 2014, publicado no balanço da SEC, considera pagamentos como, por exemplo, os encargos recolhidos para fins de FGTS (8%) e Previdência Social (20%), que não constavam no primeiro semestre de 2013. A inclusão segue orientação do Departamento de Coordenação e Controle das Empresas Estatais, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Esta informação foi omitida.

Ao contrário do que diz a reportagem, a Assembleia Geral dos Acionistas da Petrobras aprovou em 2 de abril deste ano o acréscimo de 3,68% - e não 43% - na remuneração global dos diretores para o período abril/2014 a março/2015, em relação ao mesmo período do ano anterior. Os salários dos diretores tiveram como reajuste 7,67%, o que nada tem a ver com um aumento equivalente a 11 vezes a inflação oficial como dito no texto. (...)

Veja mais

Alcançamos nosso maior valor de mercado desde 2012

29.Ago.2014

Atingimos, na última quarta-feira (27/8), nosso maior valor de mercado desde outubro de 2012. De acordo com dados da Bloomberg, fechamos o pregão com valor de mercado de R$ 288,9 bilhões. O valor de mercado foi o mais alto desde 27 de outubro de 2012, quando chegamos a R$ 294,2 bilhões.

O crescimento do valor de mercado foi influenciado por alta das ações ordinárias (com direito a voto em assembleias da empresa) e das ações preferenciais (sem direito a voto e com prioridade na distribuição de dividendos). No fechamento do pregão de quarta-feira, as ações preferenciais eram comercializadas a R$ 22,84, enquanto as ações ordinárias chegaram a R$ 21,62.

Desde o início de agosto somos a empresa com maior valor de mercado no Brasil. Assumimos o primeiro lugar no ranking de valor de mercado no pregão de 5 de agosto, quando chegamos a R$ 247 bilhões.

Veja mais

Metodologia de cálculo de PLR: respostas ao jornal O Estado de S. Paulo

29.Ago.2014

Leia as respostas que enviamos ao jornal o Estado de S. Paulo a respeito de nossa metodologia de cálculo de definição e pagamento de PLR (Participação nos Lucros e Resultados):

Pergunta: Gostaria de obter informação sobre a metodologia de cálculo de Definição e Pagamento de PLR no Sistema Petrobras.

Quais fatores/elementos são utilizados nesse cálculo? Qual impacto da produção e do refino sobre esse cálculo?

Resposta: Os indicadores para a definição do montante da PLR, negociados com as entidades sindicais representantes dos empregados, são os seguintes: Volume Total de Petróleo e Derivados Vazados; Custo Unitário de Extração sem Participação Governamental - Brasil; Produção de Óleo e LGN- Brasil; Carga Processada – Brasil; Eficiência das Operações com Navio; e Atendimento à Programação de Entrega de Gás Natural.

O impacto da produção e do refino sobre o cálculo da PLR se dá pelo conjunto dos resultados desses indicadores. O percentual de atingimento das metas do conjunto de indicadores levará ao percentual de cumprimento global de metas (média simples), que determinará um montante do Lucro Líquido do Sistema Petrobras. Esse montante não poderá ser maior que os 25% sobre os dividendos pagos aos acionistas, conforme determina a legislação.

Pergunta: As metas apresentadas aos trabalhadores para esse cálculo são as mesmas apresentadas no Plano de Negócios da Companhia?

Resposta: Sim. As metas dos indicadores são definidas pela Diretoria Executiva da companhia e aprovadas pelo Conselho de Administração quando da revisão anual do Plano de Negócios e Gestão – PNG. A metodologia é aplicada corporativamente, sem diferenças entre áreas. O valor individual que cada empregado pode receber de PLR varia conforme seu nível na tabela salarial. (...)

Veja mais