Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Apresentaremos os resultados de Libra no pré-sal da Bacia de Santos na OTC Brasil 2019

22.Out.2019

Como alcançamos a média de 2,02 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) no pré-sal, passados dez anos desde o primeiro óleo, com altos índices de produtividade e eficiência operacional? Como desenvolvemos, em tão pouco tempo, inovações de última geração que possibilitaram a produção do bloco de Libra? Quais os desafios da indústria para aumentar a competitividade dos projetos de produção em águas ultraprofundas em busca de maior retorno econômico? Esses e outros destaques do universo de exploração e produção marítima serão apresentados pela companhia na edição deste ano da Offshore Technology Conference (OTC), principal congresso de petróleo e gás do ano no Brasil. O evento será de 29 a 31/10 no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro (RJ).

Na conferência, a companhia receberá, no dia 30/10, o prêmio Distinguished Achievement Award, da OTC, em reconhecimento ao conjunto de soluções inéditas desenvolvidas para tornar viável a produção de petróleo e gás em Libra, no pré-sal da Bacia de Santos, cruciais para termos alcançado 58 mil boed em um único poço no ano passado. 

Em razão do prêmio, apresentaremos, no dia 29/10, uma sessão especial inteiramente dedicada a esse tema, que destacará não só os marcos e resultados do Teste de Longa Duração (TLD) implementado nessa área, como também as soluções que concebemos para lidar com alta presença de gás carbônico e contaminantes ali existentes, entre outros desafios.

“Com a ampliação dos investimentos em exploração e produção e os próximos leilões de blocos exploratórios, as oportunidades se multiplicam para a indústria brasileira. Nesse cenário, a OTC se consolida como principal fórum técnico offshore no país, com o papel de fomentar o setor e promover a troca de experiências entre operadores, fornecedores e academia”, afirmou o gerente geral de Implantação de Projetos, Renato Pinheiro, representante técnico da companhia no comitê organizador da conferência.

Destaques do congresso

Nossa contribuição técnica, mais uma vez, será ampla. Setenta e sete de nossos profissionais, entre executivos, especialistas e técnicos, apresentarão 65 trabalhos, que abordarão temas que vão desde tecnologias geofísicas aplicadas a reservatórios do pré-sal, passando pelos avanços obtidos em tecnologias subsea e por operações diverless, até os desafios de inovação, redução de custos e competitividade dos FPSOs, entre outros assuntos.

No dia 29, nossa diretora Anelise Quintão Lara (Refino e Gás Natural) integrará a plenária sobre o novo cenário do gás natural no Brasil, e o diretor Rudimar Lorenzatto (Desenvolvimento da Produção e Tecnologia) participará, com o gerente executivo João Henrique Rittershaussen (Sistemas de Superfície, Refino, Gás e Energia), de uma sessão especial dedicada ao tema “Desafios dos FPSOs: Inovação, Redução de Custos e Competitividade em Design, Construção e Operação”.

No dia seguinte, nosso presidente, Roberto Castello Branco, apresentará almoço-palestra com o tema “Programa de Investimentos da Petrobras – Os próximos cinco anos”. Em seguida, o prêmio OTC será entregue à companhia em cerimônia com a presença dos profissionais envolvidos no projeto de Libra.

E no dia 31, o diretor de Exploração e Produção, Carlos Alberto Pereira de Oliveira, abordará, em plenária, o tema “Como ampliar a competitividade de projetos de águas profundas?”. Ainda no último dia, o diretor de Assuntos Corporativos, Eberaldo de Almeida Netto, irá moderar painel sobre “Como promover a produtividade e competitividade da cadeia de suprimentos brasileira de petróleo e gás?”, e o diretor de Tecnologia e Inovação, Nicolas Simone, apresentará almoço-palestra sobre “O Novo Paradigma de Inovação no Brasil”.

Postado em: [Institucional]