Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Conheça as tecnologias de ponta que aceleram nossa produção

12.Abr.2014

tecnologias-presal.jpgEm março, a média mensal de produção no pré-sal atingiu o recorde de 387 mil barris de petróleo por dia. Para tanto, não paramos de superar desafios. A tecnologia desenvolvida para extração de petróleo em grandes profundidades, de tão complexa, é frequentemente comparada à que se busca para explorar o espaço sideral.

O petróleo que extraímos na camada pré-sal está a até 7 mil metros de profundidade. Isso significa que, depois de superar 2 mil metros de água, é necessário perfurar outros 5 mil metros, sendo até 2 mil destes na camada de sal, para só então chegar aos reservatórios. É como atravessar, com brocas, o equivalente à altura de 12 morros do Pão de Açúcar empilhados.

Brocas de diamante artificial, sistemas inéditos de reinjeção de gás carbônico e aço especial altamente resistente à corrosão são alguns dos aliados que desenvolvemos junto com parceiros para produzir petróleo no pré-sal.

A busca por tecnologia não cessa e tem como objetivo acelerar a produção e reduzir custos. O resultado já pode ser observado. O tempo de perfuração de poços no pré-sal caiu de 134 dias, em 2006, para 60 dias em 2014.

Conheça algumas das tecnologias submarinas de última geração presentes no pré-sal:

Separador submarino de água e óleo

O sistema de separação submarina para águas profundas, instalado no campo de Marlim, na Bacia de Campos, interligado à plataforma P-37, é um projeto inovador que contribuirá para o aumento da nossa produção. Como separa água e óleo ainda no fundo do mar e reinjeta essa água no reservatório, o SSAO permite reduzir o volume de equipamentos de superfície na plataforma e diminuir custos operacionais. A tecnologia é pioneira no mundo, considerando a profundidade de água de 870 metros.

Bomba multifásica submarina

O Bombeio Multifásico Submarino (BMS), instalado no Campo de Barracuda, na Bacia de Campos (RJ), consiste em tecnologia de última geração que utiliza energia elétrica enviada pela unidade de produção para aumentar a pressão do reservatório. Em operação desde julho de 2012, o equipamento possibilita elevar a produção em torno de 6 mil barris/dia. As vantagens são o aumento da produção de petróleo, a viabilização da produção em poços mais distantes das plataformas, além do aumento do fator de recuperação (o quanto se pode extrair de óleo) do reservatório.

RWI (Injeção de água bruta)

Esse sistema capta água no fundo do mar por uma moto-bomba. A água é então filtrada para a retirada de impurezas que possam danificar o reservatório e pressurizada para ser injetada no reservatório do campo de Albacora, na Bacia de Campos. A grande vantagem da nova tecnologia é aumentar o fator de recuperação do reservatório sem ampliar os sistemas de superfície. É uma solução também pioneira no mundo, considerada a profundidade em que está instalada.

Postado em: [Tecnologia e Inovação]

4 comentários

Luciane Barboza

23.No.2015

Trabalho em uma tercerizada da Petrobras, fazendo Inspeção de Fabricação. Sou e sempre fui apaixonada por esta empresa. E farei sempre o possível para que sempre cresça cada vez mais e com prosperidade.

Marcio Girardi

24.Ju.2014

Não sei se torço mais pela Petrobrás ou por nossa seleção. Amo esta empresa e admiro imensamente tudo o que ela vem conseguindo e não concordo com todas estas críticas que vem recebendo da mídia e em geral. Se assim fosse, como explicar todo esse sucesso no pré-sal, com todas as suas inplicações de prospecção? Continuem , o desafio é enorme e o nosso orgulho é de ser uma empresa brasileira.

Eduardo Morais de Camargo

13.Ab.2014

Independente de eventuais falhas de gestão por influências políticas a Petrobras é uma empresa da qual podemos nos orgulhar, usa e desenvolve tecnologia de ponta e conta com profissionais de alto nível.

roberto oliveira braga

12.Ab.2014

Nós vemos claramente, que o volume e o nível das informações, aumentam a transparência das ações executadas pela Petrobras, e fica claro que ao contrario de algumas mídias desinformadas aqui e no exterior, os planos da Petrobras estão tendo e terão sucesso, em seus programas de produção e refino. A prova mais consistente disto é a captação muito bem sucedida no exterior, e a valorização de suas ações. Eu como pequeno investidor e admirador desta fantástica empresa nacional, não deixo me confundir com eventuais erros da empresa no passado (Refinaria de Passadena, e atrasos no programa de refino e seu custo) Parabéns a toda equipe da Petrobras e sua Engenharia pelos desenvolvimentos, e que isto seja reconhecido como a como conpetência dos nossos cientistas e engenheiros e técnicos. A PETROBRAS É UM PATRIMÔNIO NACIONAL...... FORA POLÍTICA

*Campos obrigatórios




Enviar