Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Divulgamos nossas demonstrações contábeis auditadas

22.Abr.2015

demonstracoes-compromisso.jpgApresentamos prejuízo de R$ 21,6 bilhões em 2014, em função, principalmente, da perda por desvalorização de ativos (impairment), de R$ 44,6 bilhões; e da baixa decorrente de pagamentos indevidos identificados no âmbito da Operação Lava Jato, de R$ 6,2 bilhões. Também impactaram os resultados, o provisionamento de perdas com recebíveis do setor elétrico (R$ 4,5 bilhões), as baixas relacionadas à construção das refinarias Premium I e II (R$ 2,8 bilhões) e o provisionamento do Programa de Incentivo ao Desligamento Voluntário - PIDV (R$ 2,4 bilhões).

A geração de caixa operacional alcançou R$ 59,1 bilhões em 2014 e o lucro bruto, de R$ 80,4 bilhões, foi 15% superior ao de 2013. Estes valores refletem o aumento da demanda e maiores preços de venda de derivados no mercado interno. Terminamos o ano com R$ 68,9 bilhões em caixa.

O valor referente aos pagamentos indevidos identificados foi calculado a partir de metodologia baseada nos depoimentos tornados públicos no âmbito da Operação Lava Jato. Foi aplicado percentual de 3% sobre contratos com 27 empresas citadas como membros do cartel, entre 2004 e 2012. No caso de pagamentos para empresas fora do cartel, foram considerados valores específicos citados nos depoimentos. Esta baixa foi reconhecida no 3º trimestre de 2014, período no qual foi apurado prejuízo de R$ 5,3 bilhões.

O prejuízo de R$ 26,6 bilhões no 4º trimestre de 2014 refletiu a perda por desvalorização de ativos (impairment). As atividades mais impactadas foram as de refino (R$ 31 bilhões), devido principalmente à postergação do 2º complexo de unidades da Refinaria Abreu e Lima (RNEST) e do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). Na atividade de Exploração e Produção, o impairment (R$ 10 bilhões) ocorreu em função do declínio dos preços do petróleo.

Consideramos cuidadosamente todas as informações disponíveis e não acreditamos que novas informações oriundas das investigações poderão impactar ou mudar de forma relevante a metodologia adotada.

Nós ainda não recuperamos nenhum valor referente aos pagamentos indevidos identificados e não podemos estimar de maneira confiável qualquer valor recuperável nesse momento. Estão sendo tomadas as medidas jurídicas necessárias para buscar ressarcimento pelos prejuízos sofridos.

Alta de 5% na produção

A produção de petróleo e gás natural (Brasil e exterior) cresceu 5% em relação a 2013, atingindo a média de 2 milhões 699 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) em 2014. A produção do pré-sal contribuiu com 381 mil barris por dia, com recorde de produção diária de petróleo alcançada em 21 de dezembro, com 713 mil boed.

No refino, a produção total de derivados foi de 2 milhões 170 mil barris por dia, 2% acima de 2013. A carga processada também aumentou 2%, em função do bom desempenho operacional das refinarias. O volume de venda de derivados no mercado interno totalizou 2,4 milhões de barris por dia, crescimento de 3% em relação a 2013.

Leia a íntegra da nota divulgada pela área de Relacionamento com Investidores.

Postado em: [Institucional, Atividades]

37 comentários

felipe

24.Ma.2017

gostaria de saber o que juristas acham do balaço de petrobras

Maria Gilene Mariano

25.Ab.2016

Procure na internet um balanço patrimonial de uma empresa conhecida e apresente uma breve explicação sobre os elementos apresentados nesse balanço.Preciso de uma ajuda pode me fornecer alguma ajuda?

Fatos e Dados

28.Ab.2016

Olá, Maria,

sugerimos que navegue pelo nosso canal de Relacionamento com Investidores.

felipe almeida

06.Ou.2015

Poderia por favor informa a demonstração contábil da competencia de 2014 com perda no valor de ações por causa da desistencia de alguns investimentos.

wolidas couto

05.Ju.2015

Preciso das demonstrações financeiras referente ao ano de 2014 para estudo acadêmico.

Fatos e Dados

08.Ju.2015

Olá,

você encontra as informações na nossa página de Relacionamento com Investidores.

Saudações,

a equipe

Gabriel Lopes

16.Ma.2015

É triste e preocupante, a situação que colocaram esta grande empresa, mais não tenho a menor dúvida, que ela retornará a ser a grande alavanca deste país.

Carlos Alberto Marques Lopes

15.Ma.2015

Gostaria de saber onde está publicado o balanço completo de 2014, principalmente o Parecer dos Auditores.

Fatos e Dados

15.Ma.2015

Olá, Carlos,

sugerimos que envie sua dúvida ao Fale Conosco, em nosso site.

Saudações,

a equipe

Marcia Antônia Martins

06.Ma.2015

Em qual veículo foi publicado o Balanço COMPLETO 2014 da Petrobras, de acordo com as normas contábeis e os CPCs?

Fatos e Dados

07.Ma.2015

Olá, Marcia.

Sugerimos que envie sua dúvida por meio do nosso Fale Conosco.

Saudações.

isael barros

05.Ma.2015

o primeiro passo foi dado, agora é só esperar os resultados para que daqui pra frente as coisas sejam diferentes, com competência e dedicação ainda mais pela nossa grandiosa empresa, nosso orgulho, sou brasileiro, paraense e tenho orgulho do meu país mesmo passando por essa crise, politica, econômica etc... apenas junto iremos mudar essa história, mas um vez o brasil fazendo história, talvez desgastante para o Brasil, mas nossos filhos ou netos, saberão que mesmo o país gigante como o nosso também tem seus momentos de grise, então rumo ao futuro, rumo ao sucesso vamos lá Petrobras...

Ricardo

04.Ma.2015

Boa noite! Gostaria de saber em qual jornal impresso encontro o balanço auditado de 2014, este divulgado no mês de abril/2015. Preciso saber a data da publicação no jornal impresso também.

Fatos e Dados

05.Ma.2015

Olá, Ricardo.

Sugerimos que envie sua dúvida para o nosso Fale Conosco.

Saudações.

Durval Omine

28.Ab.2015

Onde consigo encontrar o parecer da auditoria sobre as demonstrações contábeis de 2014?

Fatos e Dados

13.Ma.2015

Olá, Durval,

sugerimos que envie sua dúvida ao Fale Conosco, em nosso site.

Saudações,

a equipe

Luiz Rala

27.Ab.2015

Nós como fornecedores sérios da Petrobrás temos esperança que tenhamos de agora em diante uma Petrobrás justa para aqueles que trabalham corretamente.

elaine eduarda

27.Ab.2015

como faço para ver o balanço patrimonial 2015 (1º trimestre) na integra????

Fatos e Dados

27.Ab.2015

Olá, Elaine.

Nosso Conselho de Administração (CA) se reunirá no dia 15 de maio para apreciar as demonstrações contábeis do primeiro trimestre de 2015. Após a decisão do CA, esperamos divulgar as demonstrações contábeis ao mercado.

Saudações.

Lorenz Willi

26.Ab.2015

Prezados Senhores. Excelente apresentação. Favor existe esta apresentação Disponível em inglês, e favor mandar um Copia ou informar como posso receber. Muito Obrigado Lorenz Willi

Fatos e Dados

27.Ab.2015

Olá,

a notícia em inglês está disponível em nosso site. Você também pode obter mais informações na nossa página de Relacionamento com Investidores.

Saudações,

a equipe

Flávio Mendes

24.Ab.2015

O inicio do texto está bastante confuso: "Apresentamos prejuízo de R$ 21,6 bilhões em 2014, em função, principalmente, da perda por desvalorização de ativos (impairment), de R$ 44,6 bilhões; e da baixa decorrente de pagamentos indevidos identificados no âmbito da Operação Lava Jato, de R$ 6,2 bilhões.". O leitor com certeza ficará "perdido".

MARCOS AURELIO ALVES DE ALMEIDA

24.Ab.2015

Bom dia! Não encontro, nos veículos oficiais de comunicação, o Balanço de 2014 da Cia, juntamente com as respectivas Notas Explicativas. Favor disponibilizar as demonstrações. Obrigado!

Fatos e Dados

27.Ab.2015

Olá, Marcos,

o material está disponível na nossa página de Relacionamento com Investidores.

Saudações,

a equipe

Ricardo Cortes

23.Ab.2015

É triste e preocupante, a situação que colocaram esta grande empresa, mais não tenho a menor dúvida, que ela retornará a ser a grande alavanca deste país.

Bruno

23.Ab.2015

Em um texto se fala em BILHÕES e o divulgado pela área de Relacionamento com Investidores sita que os valores são em milhões... Revisem por favor.

Fatos e Dados

27.Ab.2015

Olá, Bruno

o site de relacionamento com investidores usa um padrão, em que as tabelas usam "mil milhões", o que resulta em bilhões. Os valores, portanto, da matéria e dos arquivos são os mesmos.

Saudações,

a equipe

Paulo Morani

23.Ab.2015

Não deveríamos em nenhum momento "sentir vergonha". E é claro que a mídia comprometida com o capital internacional se aproveitou disso para denegrir ainda mais a PETROBRÁS, Vergonha NENHUMA, presidente. É preciso lembrar que TODAS AS CONTAS apuradas na operação lavajato, foram AUDITADAS. TODAS! Portanto, não sinta vergonha alheia. Trabalhe. Eu retornei à PETROBRÁS em outubro de 2013. Faço meu trabalho como correção e honestidade. Portanto não é vergonha nenhuma reconhecer os erros e corrigi-los. Vergonha é o que a mídia et caterva estão tentando fazer com a empresa. Eles é que deviam se envergonhar de querer destruir o maior patrimônio conquistado pelo povo brasileiro. Siga de cabeça erguida.

Jorge Luiz Videira

23.Ab.2015

É isso, a transparência deve prevalecer não importa o que tenha acontecido.. e aos ladrões a devida punição. Parabéns Petrobras.!!!

Erica Cassimiro

23.Ab.2015

Olá! Olhei a matéria e os arquivos das Demonstrações Contábeis. Aliás são milhões ou bilhões? Pois na divulgação da matéria falam em Bilhões e nos arquivos falam em Milhões.

Fatos e Dados

27.Ab.2015

Olá, Erica,

o site de relacionamento com investidores usa um padrão, em que as tabelas usam "mil milhões", o que resulta em bilhões. Os valores, portanto, da matéria e dos arquivos são os mesmos.

Saudações,

a equipe

j.e.fontenele

23.Ab.2015

o que são as perdas com recebíveis do setor eletrico ? O setor eletrico deve algo a Petrobras e isto já pode ser dado como perda, é isso ?

Fatos e Dados

15.Ma.2015

Olá,

sugerimos que envie sua dúvida para o Fale Conosco, em nosso site.

Saudações,

a equipe

PAULO CESAR SANTOS

23.Ab.2015

Onde estariam divulgados no balanço ou em nota explicativa os valores a receber decorrente de bens que serão ou foram apreendidos dos condenados na operação lava jato? Afinal se desviaram da Petrobras, aquilo que for recuperado deveria voltar para a Petrobras ?

Fatos e Dados

13.Ma.2015

Olá, Paulo,

leia o Fato Relevante que divulgamos sobre o assunto, e continue acompanhando o blog e nossas redes sociais para se informar sobre o tema.

Saudações,

a equipe

Brasilino

23.Ab.2015

Um prejuízo e uma dívida, de dar inveja a qualquer Major Oil.

André

23.Ab.2015

Muito blá-blá-blá, e não estou vendo link nenhum para baixar o balanço!!!

Fatos e Dados

27.Ab.2015

Olá, André,

o link para a página de Relacionamento com Investidores está disponível ao final do post.

Saudações,

a equipe

Alexandre Paturi/PETROLEIRO

23.Ab.2015

CONTRIBUIÇÃO: Todo esse prejuízo é entendido,se, partirmos da premissa que os processos "Licitatórios" dos Programas de Investimentos- Projeto Básico, Detalhamento, Montagem e Construção ( Investimentos Abreu e Lima, Comperj e, os outros) foram acertamente realizados.Se não, o "rombo", seguramente, pode ser maior! Pois se, os eventuais sobrepreços, que puderem ter sido obtidos, pelos Projetistas e Empreiteiros (não é crível que os seus sobrepreços, numa licitação supostamente "carterizada", tenham sido apenas aqueles relativos ao pagamento da "propina" de 3%), não estiverem incluídos no "Impairment" do BALANÇO, não consigo entender como esse resultado (44,6 bi + 6,2bi) possa representar o resultado total.Para um Balanço PETROBRAS/TRANSPARENTE, poder-se-ia acrescentar a esse resultado negativo,um "provisionamento" relativo à "Carterização" dos licitantes(estimável,a 10% a 20%,adicionais aos valores dessas licitações).Isto, talvez,pudesse harmonizinar à retirada dos"esqueletos"do armário

Nilson Simas

23.Ab.2015

Ao divulgar essa notícia com tal disfarçatez creio que a produção de óleo de peroba superou as expectativas em 2014.

Ricardo Vidinich

22.Ab.2015

No dia 20/4/15 o JN da Globo (http://g1.globo.com/jornal-nacional/index.html) divulgou informações do TCU de que só em 3 obras - Gasoduto Coari-Manaus, Refinaria Abreu Lima em PE e Refinaria do Comperj no RJ - os valores iniciais de R$ 26,6 bi saltaram para R$ 135,2 bi após os aditivos. A matéria associa ainda depoimentos de Barusco à Camara em que associa os aditivos à propina e a má gestão. Parece que este balanço não leva em conta estas considerações.

fernanda cedro

22.Ab.2015

fala serio. lucro no 1 semestre e perda no 2 semestre, porem nao acredito nem um pouco que tenha sido de isso tudo o prejuizo.... muita mentira pra noa pagar os acionistas.

Delano

22.Ab.2015

Se os 3% de prejuízos relacionado a supostos desvios são baseados em delações feitas por bandidos confessos que a fizeram para receberem o prêmio de ficarem livres da cadeia, elas ainda não são provadas e comprovadas. O delator Paulo Roberto Costa que é um dos ex diretos da Petrobrás fez delação sobre esses supostos desvios e depois receber recentemente retirou o que disse, falou claramente que os 3% de propina na verdade não eram advindo de desvios da Petrobrás, mas sim da margem de lucro das empreiteiras! Como a Petrobrás sustenta em seu balanço que foi desviando 3% da Petrobrás sendo que não são encontradas provas que confirmem isso , até em seus balanços contábeis? Se o balanço não detectou esse desviou é evidente que a delação inicial de Paulo Roberto Costa é uma mentira, e que realmente os 3% não são propinas e sim da margem de lucro das empreiteiras e que foram usados para doações empresariais para toda partidos políticos.

Nilson Mucio Moreno Quintanilha

22.Ab.2015

Sempre tive o maior orgulho dessa companhia, nunca conseguiram destruí la, mem meia duzia de vendidos nem uma duzia, o Brasil é grande e com muitos, mas muitos brasileiros honrados.

Alexandre Dias de Oliveira

22.Ab.2015

Não haverá dividendos para serem divididos aos acionistas neste ano. E nós, trabalhadores que construímos e procuramos manter a enormidade da maior empresa do país? Vale o regramento? Enquanto isso o seu Paulo Roberto Costa não passará um dia atrás das grades.

ITAMAR R. TOSTES

22.Ab.2015

VIVA A PETROBRAS!

Celio C. Ferreira

22.Ab.2015

O Fluxo Operacional confirmou a tendência de crescimento da Estatal, o que de certa forma serve de alento e acreditação para a mão de obra direta e indireta da Petrobrás. Já em relação ao Fluxo de Investimento, o Teste de Impairment revelou o que todos os demais entes públicos evidenciarão a partir desse ano, que seus ativos estão superavaliados; principalmente em função de compras superfaturadas, sem planejamento, sem zelo com o trato administrativo. O resultado da corrupção e falta de planejamento afetaram o Fluxo de Financiamento, no entanto, acredito que a transparência que a Companhia está adotando nesse momento pode ser crucial para atrair novamente os investidores, fornecedores e a sociedade.

Wagner Nabuco

22.Ab.2015

Caros, o lead poderia ter sido aberto com :"Terminamos o ano com 68.9 bilhões em caixa, e continuar com o valor do lucro bruto . São números impressionantes e que surpreenderiam mais os leitores.Pra os leitores não iniciados é muito difícil entender que o prejuízo deve-se a reavaliações negativas de ativos. No geral as pessoas pensam que tudo é caixa e assim entendem que o prejuízo de 21.6 bilões foi na operação e no caixa.

Celio C. Ferreira

22.Ab.2015

O Fluxo Operacional confirmou a tendência de crescimento da Estatal, o que de certa forma serve de alento e acreditação para a mão de obra direta e indireta da Petrobrás. Já em relação ao Fluxo de Investimento, o Teste de Impairment revelou o que todos os demais entes públicos evidenciarão a partir desse ano, que seus ativos estão superavaliados; principalmente em função de compras superfaturadas, sem planejamento, sem zelo com o trato administrativo. O resultado da corrupção e falta de planejamento afetaram o Fluxo de Financiamento, no entanto, acredito que a transparência que a Companhia está adotando nesse momento pode ser crucial para atrair novamente os investidores, fornecedores e a sociedade.

Paulo Cesar Soares

22.Ab.2015

Afinal foi lucro de 80,4 bi ou prejuizo de 21 bi?

maicon

22.Ab.2015

Esse eh o primeiro passo para a recuperacao da empresa. Transparencia e reducao de custos. Arrumando a casa e dando a volta por cima! Tomara que os empregados nao paguem essa conta sozinhos!!!