Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Entenda as siglas que dão nome a um poço exploratório pela nomenclatura da ANP

09.Nov.2015

Po_o explorat_rio_ANP.jpg

Todos os poços são denominados numa mistura de letras e números, a partir de diferentes nomenclaturas. Além da nomenclatura Petrobras, os poços exploratórios recebem a nomenclatura ANP, que funciona da seguinte maneira:

• Nas seis primeiras horas que perfuramos o primeiro metro de um poço, precisamos informar à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

• Depois, a ANP nos envia um documento de Notificação de Codificação de Poço, e o poço recebe a chamada “nomenclatura ANP”, criada para identificar, classificar, ordenar, indicar a localização geográfica e o ambiente do poço exploratório.

Passamos, assim, a usar as duas nomenclaturas – em primeiro lugar, vem a nomenclatura ANP; logo depois, entre parêntesis, a nomenclatura Petrobras.

A nomenclatura ANP para poços exploratórios é feita desta forma:

1. Número que representa a finalidade do poço, a partir dos códigos da tabela.

Tabela_po_os explorat_rios.jpg

2. Sigla “BRSA”, que significa, para a ANP, que se trata de uma operação da Petrobras.

3. Letra correspondente ao tipo de perfuração, a partir da geometria do poço, como na tabela.

tabela1.jpg

4. Sigla do estado onde se localiza o poço (ex.: SP para São Paulo; RJ para Rio de Janeiro), acrescida da letra “S”, quando se refere a um ambiente submarino.

Um exemplo: o poço 3-SES-182 na nomenclatura Petrobras é o poço 3-BRSA-1244-SES, na nomenclatura ANP.

Já no caso dos poços explotatórios ou de produção, a nomenclatura é construída de forma diferente.

Postado em: [Atividades]

1 comentários

koter armando

26.Se.2016

Bom dia prezados, Sou Geologo e achei interessante o vosso artigo e gostaria de saber mais a fundo sobre a nomeclatura dos poços sejam eles de exploração ou de desenvolvimento.