Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

filtro data: 12/2016

Concluída a venda da Nansei Sekiyu

29.Dez.2016

refinaria-okinawa.jpgFinalizamos, ontem, a venda de 100% das ações da Nansei Sekiyu (“NSS”) para a Taiyo Oil Company (“Taiyo”).  A operação foi concluída com o pagamento de US$ 165 milhões pela Taiyo, após o cumprimento de todas as condições precedentes previstas no contrato, assinado em 17 de outubro de 2016. Este valor ainda está sujeito a ajustes finais.

A operação foi contabilizada no programa de parcerias e desinvestimentos, que atingiu US$ 13,6 bilhões no biênio 2015-2016. A venda está alinhada ao nosso Plano Estratégico que prevê a otimização do portfólio de negócios. (...)

Ver post completo

Vendemos ativos nas áreas de açúcar, etanol e petroquímica por US$ 587 milhões

28.Dez.2016

assinatura-sabara.jpg

Fechamos hoje duas vendas de ativos no valor total de US$ 587 milhões. A subsidiária Petrobras Biocombustível (PBIO) vendeu para a Tereos Participations - empresa do grupo francês Tereos - a totalidade da sua participação na Guarani, correspondente a 45,97% do capital da companhia, pelo valor de US$ 202 milhões. Foi também aprovada hoje pelo nosso Conselho de Administração (CA) a venda da Companhia Petroquímica de Pernambuco (PetroquímicaSuape) e da Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe) para duas subsidiárias da empresa mexicana Alpek pelo valor de US$ 385 milhões.

Com as operações anunciadas hoje, nosso programa de parcerias e desinvestimentos totalizou US$ 13,6 bilhões no biênio 2015-2016, ficando abaixo da meta de US$ 15,1 bilhões estabelecida para o período. O não atingimento da meta é explicado pela obrigação em cumprir decisão liminar da Justiça de Sergipe, impedindo a conclusão das negociações dos campos de Tartaruga Verde e Baúna, localizados, respectivamente, na Bacia de Campos e na Bacia de Santos, para as quais já estávamos em estágio avançado de negociação. A meta do programa de parcerias e desinvestimentos para o biênio 2017-2018 será automaticamente acrescida desses valores, totalizando agora US$ 21 bilhões. (...)

Ver post completo

Tecnologia transforma resíduo de termelétrica no RN em insumo para fábrica de cerâmica

28.Dez.2016

UTEJSP.jpgAté quatro toneladas diárias de resíduos gerados pela nossa termelétrica Jesus Soares Pereira agora poderão ser transformados em produtos cerâmicos. Trata-se de um projeto de aproveitamento do lodo residual da operação na unidade. O trabalho é fruto do convênio da nossa usina, instalada em Alto do Rodrigues, no Vale do Açu, Rio Grande do Norte, com o Centro de Tecnologia do Gás e Recursos Renováveis (CTGás-ER).

Além dos benefícios ambientais para região, o projeto proporciona uma economia de cerca de R$ 400 mil por ano à Petrobras, uma redução de mais de 90% dos custos de gestão do resíduo. Antes, o resíduo era transportado para um aterro sanitário no município de Ceará Mirim, a 175 quilômetros da termelétrica. Agora é aproveitado como matéria-prima na fabricação de tijolos, em uma indústria, no município de Pendências, a 22 quilômetros da usina. (...)

Ver post completo

Um ano de recordes para o pré-sal

26.Dez.2016

O ano de 2016 consolidou o pré-sal como maior polo produtor de petróleo do país. Em novembro, a região atingiu a marca de um bilhão de barris petróleo produzidos no acumulado. Ainda este ano, no dia 8 de maio, a produção nos reservatórios do pré-sal superou o patamar de um milhão de barris dia.

Outro registro importante para a região aconteceu no gasoduto Rota 2, que alcançou, no dia 15 de novembro, a marca de dois bilhões de metros cúbicos de gás exportado. Tudo isso apenas seis anos após a entrada em operação do primeiro sistema de produção na Bacia de Santos, no campo de Lula. Esses números ratificam a nossa capacidade técnica para superar desafios. (...)

Ver post completo

Número de desovas de tartarugas marinhas cresce 30% em nosso litoral

23.Dez.2016

tamar-desova.jpgComemoramos junto com Projeto Tamar um importante recorde de desovas de tartarugas marinhas no litoral brasileiro. Ao todo, 4.440 ninhos, essencialmente da espécie oliva (Lepidochelys olivacea), foram contabilizados no estado de Sergipe e no norte da Bahia, desde o início da temporada no Brasil, em setembro, até 5 de dezembro. O número de desovas é cerca de 30% maior do que o da temporada anterior.

Aproximadamente 150 filhotes da espécie oliva foram soltos na Praia do Atalaia, no final da tarde. O mês de dezembro está sendo bastante comemorado no Tamar. Em uma única noite, o projeto registrou 350 tartarugas oliva, entre os litorais da Bahia e do Sergipe, área de reprodução prioritária para essa espécie no país. " A quantidade recorde de fêmeas em uma mesma noite é um comportamento das olivas chamado de 'arribada', que até então não tinha sido registrado no Brasil." (...)

Ver post completo

Recebemos US$ 5 bilhões do China Development Bank

22.Dez.2016

Recebemos hoje os US$ 5 bilhões do China Development Bank (CDB), referentes ao contrato de financiamento assinado em 15/12/2016.

Informamos ainda que não há necessidade de novas captações líquidas para o biênio 2017-2018, em linha com as premissas estabelecidas no Plano de Negócios e Gestão 2017-2021. Contudo, continuaremos avaliando novas oportunidades de funding de acordo com a nossa estratégia de gerenciamento de passivos, que visa à melhora do perfil de amortização e à redução do custo da dívida.

Ver post completo

Casco da P-68 chega ao Espírito Santo para integração

22.Dez.2016

Casco-P-68.jpg

O Estaleiro Jurong, em Aracruz (ES), recebeu ontem, dia 21, o casco da plataforma P-68, terceira unidade da série de replicantes que atenderá às demandas de produção de petróleo do pré-sal da Bacia de Santos. A plataforma, do tipo FPSO (unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás), tem capacidade de processamento diário de 150 mil barris de óleo e de seis milhões de metros cúbicos de gás, pode estocar até 1,6 milhão de barris de óleo e atuará em profundidade d´água de 2,2 mil metros.

A integração compreende basicamente a instalação sobre o casco e interligação de todos os demais módulos e equipamentos da plataforma, que estão sendo fabricados em outros canteiros e estaleiros. O casco, que foi construído no Estaleiro Rio Grande, no Rio Grande do Sul, pesa 52 mil toneladas, tem 288 metros de comprimento, 54 metros de largura e 31,5 metros de pontal (altura do fundo dos tanques até o convés principal). Após a integração, a unidade será transportada para o campo de produção na Bacia de Santos, no litoral de São Paulo.

Ver post completo

Avançamos na aliança estratégica com a Total com a assinatura de novos acordos

21.Dez.2016

total-parente.jpgAssinamos hoje com a empresa francesa Total um acordo geral de colaboração (Master Agreement) relacionado à parceria estratégica estabelecida no memorando de entendimentos firmado, em 24 de outubro, pelo nosso presidente Pedro Parente e o da Total, Patrick Pouyanné.

Com o novo acordo, elevamos substancialmente o nível de cooperação tecnológica nas áreas de geociências, sistemas submarinos e estudos conjuntos em áreas de mútuo interesse, com vistas à redução de riscos dos investimentos e aumento da probabilidade de sucesso exploratório nos próximos anos. Também seremos parceiras nos campos de Iara e Lapa, no pré-sal da Bacia de Santos e em duas usinas térmicas,com compartilhamento de infraestrutura do terminal de regaseificação, localizados na Bahia. (...)

Ver post completo

Esclarecimentos sobre os Processos de Desinvestimentos

21.Dez.2016

Em relação aos processos de desinvestimentos sobre a decisão cautelar do Tribunal de Contas da União (TCU), conforme divulgado em 8 de dezembro de 2016, e às decisões liminares do Poder Judiciário, esclarecemos que a decisão do TCU não se aplica às transações cujos contratos de venda já foram assinados.

Conforme determinação do TCU, a Petrobras não deverá iniciar novos projetos de desinvestimento e assinar os contratos de venda relativos àqueles cujos processos competitivos estejam em andamento até a decisão de mérito sobre a sistemática para desinvestimentos da companhia. As exceções são as cinco transações abaixo, que se encontram em fase final das negociações, que poderão prosseguir e ter seus contratos assinados: (...)

Ver post completo

Contratação de auditoria independente para os exercícios de 2017 a 2019

21.Dez.2016

Nosso Conselho de Administração, em reunião realizada ontem (21/12), aprovou a contratação da KPMG Auditores Independentes (KPMG) para prestar serviços de auditoria independente nos exercícios de 2017 a 2019, com possibilidade de renovação por mais dois anos.

Após a assinatura do contrato, a KPMG iniciará suas atividades a partir da revisão das informações trimestrais (ITRs) do primeiro trimestre de 2017, em substituição à PricewaterhouseCoopers Auditores Independentes – PwC. (...)

Ver post completo