Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

filtro data: 1/2017

Assembleia Geral Extraordinária aprova a venda da Liquigás

31.Jan.2017

liquigas-peq.jpgInformamos que a Assembleia Geral Extraordinária de Acionistas (AGE) aprovou, em reunião realizada hoje, a venda da nossa subsidiária integral Liquigás Distribuidora S.A. (“Liquigás”), conforme anunciado em 17 de novembro de 2016.

A alienação de 100% das ações detidas por nós na Liquigás para a Companhia Ultragaz S.A., subsidiária da Ultrapar Participações S.A., foi aprovada na AGE pelo valor de R$ 2,67 bilhões. (...)

Ver post completo

Processo de venda da PetroquímicaSuape e da Citepe

31.Jan.2017

petroquimica-suape.jpgFomos intimados da decisão da 2ª Vara da Justiça Federal de Sergipe que concedeu liminar, em ação popular, determinando a suspensão da alienação das ações da Companhia Petroquímica de Pernambuco (PetroquímicaSuape) e da Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe). Leia mais informações sobre essa transação, divulgada no dia 28 de dezembro.

Estamos tomando as medidas judiciais cabíveis em prol dos nossos interesses e de nossos investidores. (...)

Ver post completo

Reafirmamos nossa prioridade de buscar parceiros locais

27.Jan.2017

funcionarios.jpgA recuperação da economia brasileira passa pela retomada de investimentos e geração de empregos. Cientes disso, contextualizamos sete fatos importantes sobre algumas das licitações para nossas obras em andamento. Confira:

- atualmente, 20 das maiores empresas com atuação na área de engenharia e obras estão proibidas de contratar conosco por envolvimento em irregularidades investigadas pela Operação Lava-Jato e não foram convidadas por esse motivo, estando o seu retorno a futuros convites vinculado à assinatura de acordos de leniência e avaliações de integridade realizadas por nossa área de Conformidade;

- mesmo diante dessa limitação, a definição dos convidados para a licitação da central de processamento de gás envolveu mais de 50 empresas; (...)

Ver post completo

Fitch mantém nossa classificação de risco

26.Jan.2017

A agência de classificação de risco Fitch anunciou a manutenção do nível de risco (rating) da nossa dívida corporativa em BB, com perspectiva negativa (negative outlook).

Em seu relatório, a agência destacou que a liquidez da companhia é atualmente suportada por uma robusta posição de caixa, geração operacional estável e capacidade de acessar o mercado de capitais para refinanciar a dívida. (...)

Ver post completo

Anunciamos revisão nos preços dos combustíveis

26.Jan.2017

revisao-combustiveis.jpgDe acordo com nossa política de preços anunciada em outubro de 2016, o Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) decidiu reduzir o preço do diesel nas refinarias em 5,1%, em média, e da gasolina em 1,4%, em média. Os novos valores começam a ser aplicados a partir de 27/01/2017.

A decisão é explicada principalmente pelo efeito da valorização do real desde a última revisão de preços, por ajustes na nossa competitividade no mercado interno e pela redução dos preços dos derivados nos mercados internacionais, especialmente do diesel, que registrou uma elevação de estoques em função de um inverno menos rigoroso que o inicialmente previsto no hemisfério norte. (...)

Ver post completo

Confira nossas reservas provadas em 2016

25.Jan.2017

reservas-provadas.jpgInformamos o volume de nossas reservas provadas de petróleo (óleo, condensado e gás natural), apuradas no final de 2016, segundo os critérios ANP/SPE (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis / Society of Petroleum Engineers) e SEC (US Securities and Exchange Commission).

Critérios ANP/SPE

Segundo os critérios ANP/SPE, em 31 de dezembro de 2016, nossas reservas provadas de óleo, condensado e gás natural atingiram 12,514 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), conforme tabela abaixo. Em 2015, estes volumes eram de 13,279 bilhões de boe. (...)

tabela-1.jpg

Ver post completo

Projeto de desinvestimento de cessão de direitos em concessões em águas rasas

23.Jan.2017

guaricema-sergipe.jpgInformamos que foi proferida decisão, no dia 18/01/2017, concedendo o efeito suspensivo de recurso  apresentado por nós no Tribunal Regional Federal da  5ª Região para a cessão de direitos de concessões em águas rasas, localizadas nos Estados do Ceará e de Sergipe, divulgado em 04/07/2016.

Com a decisão favorável do referido Tribunal, poderemos prosseguir com o projeto. A assinatura dos instrumentos contratuais definitivos, no entanto, dependerá do pronunciamento de mérito pelo Tribunal de Contas da União (TCU) sobre os ajustes requeridos por essa autoridade na sistemática de nossos desinvestimentos. (...)

Ver post completo

Acordo de leniência prevê ressarcimento de mais R$ 81 milhões

19.Jan.2017

Vamos receber cerca de R$ 81 milhões da empresa britânica Rolls-Royce, que firmou acordo de leniência com o Ministério Público Federal (MPF) no âmbito da Operação Lava Jato. O acordo prevê a devolução integral do lucro líquido obtido pela empresa em seis contratos de fornecimento de bens e serviços para a Petrobras. Contempla ainda o valor integral pago a título de comissão a intermediários contratados para atuar perante a companhia e o pagamento de multa, prevista na Lei de Improbidade, equivalente a uma vez o valor das comissões dos intermediários.

“Estamos colaborando continuamente com todas as investigações e temos conseguido resultados expressivos”, conta a gerente executiva do Jurídico, Taísa Maciel. (...)

Ver post completo

Concluímos venda de US$ 4 bilhões em títulos no exterior

17.Jan.2017

Concluímos hoje, através da subsidiária Petrobras Global Finance B.V. (PGF), a oferta de títulos no mercado de capitais internacional (denominados global notes), no valor de US$ 4 bilhões. Do total, US$ 2 bilhões terão vencimento em cinco anos e US$ 2 bilhões em dez anos.

A demanda do mercado foi de aproximadamente US$ 19 bilhões (cerca de cinco vezes o valor final), representando ordens de 592 investidores dos Estados Unidos, Europa, Ásia e América Latina. O título com vencimento em 2022 foi emitido com custo de 6,125% ao ano (a.a.), enquanto o título com vencimento em 2027 teve como resultado um custo de 7,375% a.a., índices significativamente inferiores aos executados em maio de 2016 (8,625% a.a. para cinco anos e 9% a.a. para dez anos). As operações foram precificadas com os menores níveis de prêmio em relação aos títulos em negociação da companhia, considerando as últimas transações de grandes emissores. Os prêmios são taxas pagas aos investidores em relação aos papéis comercializados no mercado secundário. (...)

Ver post completo

Somos a empresa com a melhor operação de gestão de dívida em 2016

13.Jan.2017

LatinFinance.jpgRecebemos o prêmio “Corporate Liability Management of the Year” da revista LatinFinance, na noite desta quinta-feira, em Nova York, por termos sido considerados como a empresa que executou a melhor operação de gestão de dívidas no mercado internacional de capitais em 2016.

Fomos premiados pelas duas operações de emissão e recompra de títulos no mercado internacional, realizadas em maio e em julho do ano passado. Na primeira emissão, emitimos um total de US$ 6,75 bilhões em títulos com prazo de cinco e dez anos. Na segunda, em julho, captamos mais US$ 3 bilhões através da reabertura destas séries de títulos. Em ambas as transações, utilizamos os recursos para recomprar títulos com vencimento entre 2017 e 2019, com o intuito de estender o prazo médio de nossas dívidas. (...)

Ver post completo