Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Tudo sobre: Atividades

Quatro novas plataformas na Bacia de Campos

23.Jun.2017

funcionario16.jpgPlanejamos instalar quatro novas plataformas na Bacia de Campos nos próximos anos. A primeira será o FPSO Cidade de Campos de Goytacazes para produção de petróleo nos campos de Tartaruga Verde e Tartaruga Mestiça. Além dela, estão previstas duas novas unidades no campo de Marlim e uma no pré-sal da concessão de Albacora.

“A ideia é que, com a revitalização de Marlim, a gente consiga produzir até 2052 neste campo”, informou o gerente da área de Projetos Complementares da Bacia de Campos, Mauro Destri, em apresentação hoje (22/6), na Brasil Offshore, em Macaé. O projeto de revitalização de Marlim é uma das nossas apostas para reduzir o declínio natural da produção nesta bacia. Segundo Destri, o declínio estável da Bacia de Campos está em torno de 9%, enquanto a média mundial está em 12%. “Estamos há 40 anos descobrindo, desenvolvendo, produzindo e trazendo unidades novas na Bacia de Campos, afirmou Destri. (...)

Ver post completo

Diretoria aprova estudos para abertura de capital da Petrobras Distribuidora

22.Jun.2017

BR-posto.jpg

Informamos que nossa Diretoria Executiva, em reunião realizada hoje, autorizou a elaboração de estudos para abertura de capital de nossa subsidiária integral Petrobras Distribuidora S.A., tornando esta subsidiária uma companhia listada no segmento especial do mercado de ações da B3 (antiga BM&FBOVESPA) denominado Novo Mercado e aderente às melhores práticas de governança corporativa. A opção pelo modelo de abertura de capital e oferta pública secundária de ações da Petrobras Distribuidora, destinada ao mercado em geral, será submetida à apreciação do Conselho de Administração.

A Diretoria Executiva entende que, após encerramento do processo de desinvestimento anterior, conforme comunicado ao mercado em 31/03/17, a abertura de capital da Petrrobras Distribuidora pode ser considerada como a melhor opção de captura de valor, ao se analisar a situação atual de mercado. Caso aprovada, esta será conduzida por meio de oferta pública secundaria de ações, e terá como um de seus objetivos promover a dispersão acionária da Petrobras Distribuidora. (...)

Ver post completo

Desafios e ganhos no gerenciamento de reservatórios offshore

22.Jun.2017

antonio-pinto.jpgAs técnicas usadas por nós para extrair o maior volume de petróleo possível de nossos reservatórios foram tema de palestra realizada, nesta quarta-feira (21/6), pelo gerente de Engenharia de Reservatórios, Elevação e Escoamento, Antônio Carlos Capeleiro Pinto. O executivo participou da sessão técnica Reservatórios, presidida por Priscila Moczydlower, também da área de Engenharia de Reservatórios da companhia, na Brasil Offshore, Feira e Conferência Internacional de Petróleo e Gás, em Macaé (RJ). Priscila apresentou o assunto na sessão plenária do evento.

O conjunto de técnicas que nos permite extrair o maior volume possível de petróleo dos nossos reservatórios é chamado de gerenciamento de reservatórios. Essa é uma atividade crítica na indústria de petróleo, pois está ligada diretamente ao aumento da receita proveniente do aproveitamento ótimo do potencial dos campos de petróleo. (...)

Ver post completo

Recebemos homenagem da Brasil Offshore pelos 40 anos da Bacia de Campos

21.Jun.2017

Marcelo_Batalha.jpgFomos homenageados, nesta terça (20/6), na abertura da Brasil Offshore, em Macaé (RJ), pelos 40 anos de produção na Bacia de Campos. Representando a companhia na solenidade, o  gerente geral Marcelo Batalha defendeu a importância estratégica da Bacia de Campos e comentou sobre alguns planos para a continuidade do desenvolvimento da produção na região. "Vamos iniciar, nos próximos meses, a produção nos campos de Tartaruga Verde e Tartaruga Mestiça e também implantaremos ações para conclusão das atividades do plano de análise de descoberta do reservatório de Forno, localizado no pré-sal da concessão de Albacora", destacou.   

Batalha também mencionou a obtenção recente, junto à ANP, da autorização de extensão do contrato de concessão dos campos de Marlim e Voador até 2052. "Isto abre para a Petrobras oportunidade de novos investimentos nessa importante área de produção offshore. Continuaremos a contar com a parceria de fornecedores, força de trabalho e poder público, o que foi fundamental para chegarmos até aqui”, ressaltou. (...)

Ver post completo

Confira nossa produção de petróleo e gás natural em maio

19.Jun.2017

producao-blog.jpg

A nossa produção total de petróleo e gás natural, em maio, foi de 2,80 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), sendo 2,68 milhões boed produzidos no Brasil e 120 mil boed no exterior. A produção média de petróleo no país foi de 2,18 milhões de barris por dia (bpd), volume 3,9% superior ao de abril.

O resultado se deve, principalmente, ao início de produção de mais um projeto, no sul do campo de Lula, na Bacia de Santos, através da plataforma P-66, no dia 17 de maio; ao retorno à produção após parada para manutenção das plataformas P-37 (campo de Marlim na Bacia de Campos) e FPSO Cidade de Angra dos Reis (campo de Lula), assim como a entrada de um novo poço produtor no campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos. (...)

Ver post completo

Extinção antecipada de contrato de fornecimento de gás natural para UTE Cuiabá

08.Jun.2017

Notificamos a empresa Âmbar, pertencente ao grupo econômico J&F, da extinção antecipada do contrato de fornecimento de gás natural para a UTE Mário Covas (UTE Cuiabá), devido à violação de cláusula contratual que trata da legislação anticorrupção.

O contrato com a Âmbar foi celebrado em 13/04/2017 e estabelece cláusula na qual a referida empresa declarou que não houve pagamento ou oferecimento de qualquer vantagem indevida a qualquer autoridade pública. Entretanto, tomamos conhecimento das gravações de delações premiadas de executivos do grupo J&F, de que cometeram atos que violam a legislação anticorrupção vigente. (...)

Ver post completo

Justiça mantém suspensão de liminar que determinava paralisação da venda da NTS

08.Jun.2017

duto.jpgEm continuidade ao fato relevante divulgado em 09/03/2017, informamos que o Pleno do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, na data de ontem, ao julgar recurso proposto pelo autor da ação popular, manteve a suspensão da liminar que determinava a paralisação da alienação de 90% da participação acionária detida pela companhia na Nova Transportadora do Sudeste (NTS).

Informamos, ainda, que em outro processo, relacionado à Unidade de Fertilizantes UFN III de Três Lagoas, em atendimento à decisão do juiz da 1ª Vara Federal de Três Lagoas/MS, de 05/06/2017, foi suspensa, até o dia 11/09/2017, a ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal, que objetiva a retomada das obras de implantação desta unidade e a proibição de alienação deste ativo pela Petrobras. Foi também revogada a decisão que determinou que a companhia se abstivesse de negociar ou alienar o referido empreendimento.

Ver post completo

Aprovamos nova política de preços para gás de uso doméstico

07.Jun.2017

liquiga-botijao.jpgNossa Diretoria Executiva aprovou uma nova política de preços para a comercialização às distribuidoras do Gás Liquefeito de Petróleo comercializado em botijões de até 13 kg e de uso residencial (GLP-P13).

O novo modelo foi definido com base na resolução 4/2005 do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que “reconhece como de interesse para a política energética nacional a comercialização, por produtor ou importador, de gás liquefeito de petróleo (GLP), destinado exclusivamente a uso doméstico em recipientes transportáveis de capacidade de até 13kg, a preços diferenciados e inferiores aos praticados para os demais usos ou acondicionados em recipientes de outras capacidades”. (...)

Ver post completo

Selecionamos áreas nos leilões de partilha de produção de petróleo para ampliar portfólio

25.Mai.2017

mar-horizonte.jpgApresentamos, hoje, ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), nossa primeira manifestação formal em relação ao direito de preferência para a segunda e a terceira rodadas de licitações de blocos exploratórios sob o regime de partilha de produção, na forma da Lei 12.351/2010 e do Decreto Federal 9.041/2017.

Considerando os parâmetros divulgados nas resoluções do CNPE nº2 e nº 9 de 2017, após análise técnica, aprovação pela Diretoria Executiva e deliberação no âmbito do Conselho de Administração, concluímos por exercer o direito de preferência nas seguintes áreas, com o percentual mínimo de 30% em cada área, tendo foco na maximização de valor do portfólio:

• Segunda Rodada: área unitizável adjacente ao campo de Sapinhoá;
• Terceira Rodada: Peroba e Alto de Cabo Frio Central. (...)

Ver post completo

Iniciamos produção da P-66 no Campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos

17.Mai.2017

P66-blog.jpgNós, juntamente com os nossos parceiros do Consórcio BM-S-11, iniciamos, hoje, a produção de petróleo e gás natural na área de Lula Sul, no pré-sal da Bacia de Santos, por meio do navio plataforma P-66, primeiro FPSO próprio do Consórcio e sétima unidade do campo de Lula.

Localizada a aproximadamente 290 km da costa do estado do Rio de Janeiro, em profundidade de água de 2.150 metros, a P-66 tem capacidade para processar diariamente 150 mil barris de petróleo, comprimir 6 milhões de m3 de gás e foi inicialmente interligada ao campo de Lula por meio do poço produtor 7-LL-60D. (...)

Ver post completo