Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Tudo sobre: Tecnologia e Inovação

Tecnologia transforma resíduo de termelétrica no RN em insumo para fábrica de cerâmica

28.Dez.2016

UTEJSP.jpgAté quatro toneladas diárias de resíduos gerados pela nossa termelétrica Jesus Soares Pereira agora poderão ser transformados em produtos cerâmicos. Trata-se de um projeto de aproveitamento do lodo residual da operação na unidade. O trabalho é fruto do convênio da nossa usina, instalada em Alto do Rodrigues, no Vale do Açu, Rio Grande do Norte, com o Centro de Tecnologia do Gás e Recursos Renováveis (CTGás-ER).

Além dos benefícios ambientais para região, o projeto proporciona uma economia de cerca de R$ 400 mil por ano à Petrobras, uma redução de mais de 90% dos custos de gestão do resíduo. Antes, o resíduo era transportado para um aterro sanitário no município de Ceará Mirim, a 175 quilômetros da termelétrica. Agora é aproveitado como matéria-prima na fabricação de tijolos, em uma indústria, no município de Pendências, a 22 quilômetros da usina. (...)

Ver post completo

Um ano de recordes para o pré-sal

26.Dez.2016

O ano de 2016 consolidou o pré-sal como maior polo produtor de petróleo do país. Em novembro, a região atingiu a marca de um bilhão de barris petróleo produzidos no acumulado. Ainda este ano, no dia 8 de maio, a produção nos reservatórios do pré-sal superou o patamar de um milhão de barris dia.

Outro registro importante para a região aconteceu no gasoduto Rota 2, que alcançou, no dia 15 de novembro, a marca de dois bilhões de metros cúbicos de gás exportado. Tudo isso apenas seis anos após a entrada em operação do primeiro sistema de produção na Bacia de Santos, no campo de Lula. Esses números ratificam a nossa capacidade técnica para superar desafios. (...)

Ver post completo

Somos reconhecidos por liderança em gestão ambiental no Relatório do Carbon Disclosure Project (CDP)

16.Dez.2016

funcionario.jpgPela primeira vez fomos incluídos pela organização internacional Carbon Disclosure Project (CDP) em uma seleta lista de empresas que lideram o ranking de comprometimento com a redução de emissões no Relatório Anual de Mudança de Clima. Recebemos o certificado de Empresa Líder, por se destacar pelas boas práticas de gestão ambiental.

Entre as principais iniciativas que adotamos para mitigar emissões, estão o programa de reinjeção de CO2 associado ao gás natural produzido na camada pré-sal; o programa de otimização do aproveitamento de gás natural produzido nas plataformas; a substituição de parte do gás natural consumido nas refinarias por biogás de aterro; e a otimização de consumo de gás combustível no sistema de tocha em refinarias. Nossas ações de eficiência energética permitiram evitar a emissão de cerca de 72 milhões de toneladas de CO2 equivalente de 2010 a 2015 nas atividades de upstream e downstream da companhia. O resultado superou em mais de 56% a meta definida para o período, estimada em 46 milhões de toneladas de CO2e. (...)

Ver post completo

Entregamos, junto com o Inmetro, troféu Conpet de Eficiência Energética Veicular 2016 no Salão do Automóvel

09.Nov.2016

conpet.jpgEntregamos, junto com o Inmetro, no Salão do Automóvel, em São Paulo, os troféus Conpet de Eficiência Energética Veicular para 23 marcas fabricantes dos 311 modelos de veículos com melhores rendimentos energéticos e participantes do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV). Os testes coordenados pelos técnicos do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento (Cenpes) dão suporte técnico ao PBEV e validam os dados de eficiência declarados pelas montadoras participantes ao Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

O teste realizado com nosso acompanhamento é dividido em duas etapas: na primeira, realizada em pista, é possível levantar os dados aerodinâmicos dos veículos; na segunda, realizada em laboratórios de empresas certificadoras, os veículos selecionados por amostragem são analisados para verificar os dados de consumo e emissões de poluentes. Ambas as etapas são acompanhadas por nossos técnicos, responsáveis por analisar os dados coletados. (...)

Ver post completo

Um sistema de produção por ano em Libra

27.Out.2016

fernando-borges-blog.jpgPretendemos colocar em operação um novo sistema definitivo de produção a cada ano na área de Libra, começando pela área noroeste do bloco. O primeiro desses quatro sistemas entra em operação em 2020 e deverá ter capacidade de 180 mil barris de petróleo por dia e um total de 17 poços. Os demais entram nos anos subsequentes. As informações são do gerente-executivo de Libra, Fernando Borges, que participa nesta quinta-feira (27/10) de sessão especial na Rio Oil & Gas 2016 com a palestra Libra: O Caminho à Frente, onde dará um panorama geral do projeto

Em entrevista, o executivo falou da importância do modelo de parceria para a estratégia de desenvolvimento da produção em Libra. A intensa troca de conhecimento possibilitada pela convivência diária de técnicos dos diferentes sócios do projeto, em modelo até então inédito na Petrobras, bem como a governança adotada, possibilitaram, por exemplo, a identificação de um grande número de oportunidades de melhoria no projeto como um todo. (...)

Ver post completo

Nosso presidente e o da Total detalham parceria na Rio Oil & Gas

24.Out.2016

assinatura-total.jpg

Nosso presidente Pedro Parente e o da Total, Patrick Pouyanné, detalharam na tarde desta segunda-feira, em entrevista coletiva à imprensa, a aliança estratégica acertada hoje entre as duas empresas. O memorando de entendimento assinado visa à cooperação principalmente nos segmentos de Exploração & Produção (E&P) e Gás & Energia (G&E) no Brasil e oportunidades potenciais no exterior. Num segundo momento, a parceria também pode ocorrer na área de refino.

Pedro Parente disse que a parceria acertada hoje é extremamente relevante para nós.  "É mais especial ainda porque é dentro do contexto dessa conferência de petróleo e gás, num momento extremamente importante para o setor, em que as perspectivas para o segmento começam a se abrir no país". (...)

Ver post completo

Urucu: completamos 30 anos na Amazônia com gestão responsável

12.Out.2016

Lá se vão 30 anos desde que começamos a provar que é possível explorar e produzir petróleo e gás de forma responsável em plena Floresta Amazônica. Descoberta em 1986, a Província Petrolífera de Urucu está próxima ao rio de mesmo nome, no município de Coari, a 650 km da capital Manaus. Trata-se da maior reserva provada terrestre de petróleo e gás natural do Brasil.

Produzimos, diariamente, em média, 40 mil barris de óleo de ótima qualidade, incluindo 1.200 toneladas de GLP (gás de cozinha). (...)

Ver post completo

Prêmio internacional reconhece capacidade técnica de nossos profissionais

27.Set.2016

PREMIADOS_SPS_MG_5377.jpg

A Society of Petroleum Engineers (SPE), uma das mais importantes entidades da indústria mundial de petróleo e gás, premia hoje, em Dubai, quatro engenheiros de carreira do nosso quadro de funcionários com o 2016 SPE Regional Award – South America and Caribbean.  O prêmio reconhece a contribuição de profissionais do segmento de engenharia para o desenvolvimento do setor offshore.  Os premiados por suas atuações de destaque são nossos empregados Adalberto Rosa, Flávio Vianna, Márcia Lisboa e Cezar Paulo (os três últimos na foto, respectivamente, da esq. p/ dir.).
 
“Mais uma vez, a excelência técnica dos empregados da Petrobras é reconhecida internacionalmente e é motivo de orgulho para todos nós. Esses profissionais estão entre os melhores do mundo em suas especialidades. Essa é a prova de que a capacidade técnica é nosso grande diferencial e continuará sendo crucial para dar suporte aos desafios que a empresa terá pela frente”, afirmou a diretora executiva de Exploração e Produção, Solange Guedes.  Em comum, os premiados têm uma longa e sólida carreira na Petrobras, além de acumular experiências relevantes e projetos inovadores implementados no pré-sal. (...)

Ver post completo

Economizamos cerca de US$ 2 bilhões em construção de poços marítimos

31.Ago.2016

perfuracao-poco.jpgEconomizamos cerca de US$ 2 bilhões na atividade de construção de poços marítimos entre os anos de 2013 e 2015, com a implantação de um programa totalmente dedicado à redução de custos nessa atividade, o PRC-Poço. É uma economia expressiva, considerando que cerca de 30% dos investimentos destinados à implantação dos projetos da área de Exploração e Produção da empresa são voltados para a construção e avaliação de poços. Esse resultado foi divulgado nesta quarta-feira (31/8) pelo gerente geral de Construção de Poços Marítimos para a Bacia de Santos, Renato Pinheiro, durante o workshop “Competitividade dos Projetos Offshore do Brasil”, realizado na sede do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), no Rio de Janeiro.

Um dos principais fatores que contribuíram para a economia alcançada pelo programa é resultado da redução progressiva do tempo de construção dos poços marítimos. Nesse contexto, cada dia economizado traduz-se em milhares de dólares poupados com aluguel de sondas mobilizadas para a perfuração e completação (preparação para colocar os poços em produção), logística e outros serviços. (...)

Ver post completo

Vamos incrementar em até 50% produção em cinco poços no Parque das Baleias, no ES

15.Ago.2016

Skid-Parque-das-Baleias.jpg

Planejamos instalar, no segundo semestre, novos sistemas de elevação artificial em poços nos campos de Jubarte e Baleia Anã, localizados na área conhecida como Parque das Baleias, na porção capixaba da Bacia de Campos.  A entrada em operação desses equipamentos vai permitir um incremento de até 50% na produção desses poços.

Cada sistema é composto por um equipamento alojador (skid) e pela bomba centrífuga (BCSS). A instalação das bombas em skids é um desenvolvimento tecnológico nosso, que permite realizar eventual manutenção ou substituição de bomba com impacto mínimo na produção. Depositamos pedido de patente no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) para proteção da tecnologia. A FMC Technologies foi a responsável pelo detalhamento e fabricação do skid. Já a BCSS, para utilização no Parque das Baleias, foi fabricada pela Schlumberger. A solução foi relacionada como uma das finalistas do Prêmio ANP de Inovação Tecnológica deste ano, promovido pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP). (...)

Ver post completo