Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Nossa meta é dobrar a produção de petróleo até 2020

29.Out.2013

producao.jpgCom 60 anos de história, continuamos em ritmo acelerado. Nossa meta é dobrar a atual produção de petróleo até 2020, chegando a 4,2 milhões de barris por dia (bpd). Só em 2013, nove plataformas, com capacidade de produção somada de 1 milhão de bpd, foram entregues. Temos contratadas 28 sondas de perfuração marítimas para águas ultra profundas. Esses equipamentos estão sendo, pela primeira vez, construídos no Brasil, e começam a ser entregues em 2015.

Na área de Refino, também planejamos um grande salto. A produção de derivados, entre eles diesel, gasolina e querosene de aviação, subirá dos atuais 2,1 milhões de barris por dia para 3 milhões bpd em 2020. A Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e o Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro) serão os grandes responsáveis pelo aumento. O primeiro trem da Refinaria Abreu e Lima está previsto para entrar em operação em novembro de 2014 e o segundo em maio de 2015. Já o primeiro trem do Comperj começará a operar em agosto de 2016.

No segmento de fertilizantes, vamos quase dobrar a atual capacidade de produção de ureia, atingindo 3,5 milhões de toneladas em 2020. Para isso, duas unidades de fertilizantes, uma no Mato Grosso do Sul e outra no Espírito Santo, estão sendo construídas. Em julho do ano passado, essa capacidade – que era de 1,1 milhão de tonelada/ ano – chegou a 1,8 milhão tonelada/ano com a aquisição da Fábrica de Fertilizantes do Paraná.

Para conseguir dobrar de tamanho, desenvolvemos tecnologia de ponta. Nosso Centro de Pesquisas (Cenpes), além das pesquisas em seus laboratórios, coordena 49 redes temáticas, com 88 universidades, um dos maiores modelos de colaboração entre empresas e academia no Brasil. Os temas de cada rede são relacionados às nossas metas tecnológicas. Com a descoberta do pré-sal, a escala e a complexidade das nossas demandas têm aumentado, estimulando várias empresas fornecedoras, incluindo multinacionais, a construir centros de pesquisa no Brasil, em locais próximos às nossas instalações ou de universidades parceiras.

Crescimento de produção e reservas

No ano de nossa criação, 1953, recebemos o acervo do Conselho Nacional de Petróleo – CNP, então responsável pela condução das atividades do setor: 2.700 barris de produção de petróleo por dia em terras da Bahia, 170 milhões de barris de petróleo em reservas, além de uma refinaria operando e outra em construção. Hoje, nossas reservas provadas no Brasil são de 15,7 bilhões de barris de óleo equivalente (petróleo e gás natural), além de descobertas que podem, no mínimo, dobrar esse volume nos próximos anos. Temos 12 refinarias em operação no Brasil, duas em implantação e outras duas em fase de projeto.

Postado em: [Institucional, Atividades]