Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Número de desovas de tartarugas marinhas cresce 30% em nosso litoral

23.Dez.2016

tamar-desova.jpgComemoramos junto com Projeto Tamar um importante recorde de desovas de tartarugas marinhas no litoral brasileiro. Ao todo, 4.440 ninhos, essencialmente da espécie oliva (Lepidochelys olivacea), foram contabilizados no estado de Sergipe e no norte da Bahia, desde o início da temporada no Brasil, em setembro, até 5 de dezembro. O número de desovas é cerca de 30% maior do que o da temporada anterior.

Aproximadamente 150 filhotes da espécie oliva foram soltos na Praia do Atalaia, no final da tarde. O mês de dezembro está sendo bastante comemorado no Tamar. Em uma única noite, o projeto registrou 350 tartarugas oliva, entre os litorais da Bahia e do Sergipe, área de reprodução prioritária para essa espécie no país. " A quantidade recorde de fêmeas em uma mesma noite é um comportamento das olivas chamado de 'arribada', que até então não tinha sido registrado no Brasil."

“Esse patrocínio é o mais antigo em nossa carteira de projetos socioambientais e evidencia nosso compromisso com as questões ambientais. É um orgulho para nós patrocinar o Projeto Tamar. Prova da relevância do projeto é o recorde que agora comemoramos. Todas as cinco espécies de tartaruga marinha protegidas pelo Tamar e que são avistadas na costa brasileira estão ameaçadas, mas, graças à contribuição do projeto, têm aumentado suas populações no Brasil”, diz Nilo Azevedo Duarte, nosso gerente geral da Unidade de Operações de Exploração e Produção de Sergipe e Alagoas, que acompanhou a soltura dos filhotes de tartaruga.
 

tamar-peq.jpgO Tamar começou nos anos 80 a proteger as tartarugas marinhas no Brasil. Com nosso patrocínio há 34 anos, atualmente por meio do Programa Petrobras Socioambiental, o projeto monitora cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina.

Leia também:

Somos reconhecidos por liderança em gestão ambiental no Relatório do Carbon Disclosure Project (CDP)

Urucu: completamos 30 anos na Amazônia com gestão responsável

Relatório de Sustentabilidade indica desafios e oportunidades nas áreas financeira, social e ambiental

Postado em: [Sociedade e Meio Ambiente]

0 comentários

*Campos obrigatórios




Enviar