Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Produção de petróleo e gás natural cresce e bate recorde em agosto

16.Set.2015

FPSO-cidade-itajai.jpg

No mês de agosto, a nossa produção de petróleo e gás natural, no Brasil e no exterior, atingiu a marca de 2,88 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), um recorde histórico, 0,8% superior ao recorde anterior de 2,86 milhões boed alcançado em dezembro de 2014. Esse volume é também 4,5% maior que o registrado em agosto de 2014 (2,76 milhões boed). Em relação ao mês anterior (julho), houve um crescimento na produção de petróleo e gás natural de 3,1%, quando foram produzidos 2,80 milhões.

A produção total de petróleo e gás natural no Brasil foi de 2,69 milhões boed, 3,1% superior ao mês anterior (2,61 milhões boed), representando também novo recorde de produção nacional (0,6% superior ao recorde anterior de 2,67 milhões boed atingido em dezembro de 2014). Vale destacar que a produção total que operamos no país, incluída a parcela operada para empresas parceiras, ultrapassou pela primeira vez os 3 milhões de barris de óleo equivalente por dia, atingindo 3,01 milhões boed. Nossa produção de petróleo foi de 2,21 milhões bpd (3% acima dos 2,14 milhões bpd produzidos no mês anterior), constituindo-se, assim, a segunda melhor marca histórica.

O crescimento reflete a entrada em operação em 31 de julho do FPSO Cidade de Itaguaí, ancorado em Iracema Norte, área localizada na porção noroeste do campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos. Essa plataforma tem capacidade para processar diariamente 150 mil bpd de petróleo e 8 milhões de m³/dia de gás natural. Adicionalmente, a retomada da operação de plataformas que estavam com paradas programadas para manutenção também foi um fator que contribuiu com o bom desempenho do mês.

A produção de gás natural no Brasil, excluído o volume liquefeito, também apresentou novo recorde de 77,2 milhões m³/dia (3,6% acima do mês anterior).

Novos recordes no pré-sal
Na área do pré-sal, foram atingidos dois novos recordes: o de produção diária que operamos, com volume de 896 mil bpd registrado em 19 de agosto; e o de produção mensal que operamos, que alcançou 859 mil bpd no mês.

Produção de óleo e gás no exterior
No exterior foram produzidos 192 mil boed, 3,8% acima dos 185 mil boed produzidos em julho, devido, principalmente, ao retorno das operações da plataforma do Campo de Saint Malo, no Golfo do México norte-americano. A produção de petróleo foi de 101 mil bpd, 5,2% acima dos 96 mil bpd produzidos em julho e a produção média de gás natural no exterior foi de 15,4 milhões m³/dia, 1,9% acima da produção de julho, que foi de 15,1 milhões m³/dia.

Postado em: [Atividades, Institucional, Tecnologia e Inovação]

10 comentários

LUIZ CARLOS PEREIRA DE CARVALHO

16.Ou.2015

Tenho acompanhado o imenso esforço da petrobrás para superar suas dificuldades políticas produzidas pelos inimigos do Brasil. Sabemos que a estatal é o símbolodo Brasil e a estratégia dos opositores é: "Se minarmos a maior empresa brasileira, minamos a auto-estima do povo. Graças à força da estrutura da estatal isto esta sendo revertido. parabens aos resistentes.

Cintia Bazani

21.Se.2015

Gostaria de saber como se dará o impacto positivo no lucro operacional com este aumento de produção, visto que o barril vem sendo negociado por valores inferiores ao custo de produção. Obrigada

Leo

20.Se.2015

Ué, os comentários não deveriam ser tornados públiicos e saírem ao pé desta página!! Ou estão sendo censurados????

Fatos e Dados

22.Se.2015

Olá,

a moderação obedece a Política de Comentários do blog. Portanto, alguns comentários não são publicados.

Saudações,

a equipe

jurandir alves queiros

19.Se.2015

A Estatal continua provando que ainda é uma potência nesse país. Apesar da atual crise econômica, a Petrobrás continua produzindo muito e confirmando seu compromisso com o crescimento do Brasil!

Everson da Silva Barbosa

19.Se.2015

Meu maior objetivo é crescer Junto com a Petrobras..

Yslan

17.Se.2015

Eu acredito que a Petróbras irá se erguer,desejo que o presidente e seus auxiliares toquem está empresa com todo o amor e que cresça a cada dia .Pois ela vai se levantar!

Manoel messias costa

16.Se.2015

Se a produção é record, porque a nota de investimentos na Petrobras foi rebaixada? São coisas que leigo com eu não consgue entender.

José Alberto

16.Se.2015

Com trabalho e humildade superaremos a crise e calaremos as bocas dos críticos.

Pasquale

16.Se.2015

Finalmente, uma boa notícia.

Wander Cardoso Jr

16.Se.2015

Tipo de noticia que não sai nos jornais e revistas… Parabéns Petrobras!