Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Saiba mais sobre o preço da gasolina

20.Jan.2014

Ao desenvolver nossos produtos, buscamos eficiência.  Desenvolvida com uma das tecnologias mais modernas do mundo, nossa gasolina tem qualidade certificada. Os preços cobrados por este produto, no entanto, dependem de diversos fatores, que fogem da nossa responsabilidade: carga tributária (municipal, estadual, federal), concorrência com outros postos na mesma região, estrutura de custos de cada posto (encargos trabalhistas, frete, volume movimentado, margem de lucro etc.), entre outros.

O mercado da gasolina no Brasil hoje é regulamentado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) e pela Lei Federal 9.478/97 (Lei do Petróleo). Esta lei flexibilizou o monopólio do setor de petróleo e gás natural, abrindo o mercado de combustíveis no país. Dessa forma, desde janeiro de 2002, as importações de combustíveis foram liberadas e o preço passou a ser definido pelo próprio mercado.

As distribuidoras de combustível podem praticar margens variáveis conforme seus planos comerciais, visto que os preços não são tabelados nem estão sob controle governamental. Por lei, elas são impedidas de operar postos, que são, em regra, administrados por terceiros, pessoas jurídicas distintas e autônomas. Portanto, elas não podem exercer qualquer influência sobre os preços finais nas bombas.

A influência do etanol no preço:

A gasolina comercializada no Brasil deve conter etanol anidro em sua composição. A adição é regulamentada por lei, pelo Conselho Interministerial do Açúcar e do Álcool (CIMA). Atualmente, o percentual de etanol anidro é de 25% (veja infográfico sobre o assunto). Como o etanol é produzido pelas usinas de cana-de-açúcar, o período de entressafra – em virtude da escassez – também influencia no preço final da gasolina.

Metodologia de precificação:

Leia também nosso comunicado, divulgado no dia 30 de outubro de 2013, sobre as características da metodologia de precificação aprovada pela Diretoria Executiva:

“A Petrobras, em atendimento à solicitação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) de aditamento ao fato relevante divulgado no dia 25 de outubro, esclarece sobre as características da metodologia de precificação aprovada por sua Diretoria Executiva.

A metodologia contempla reajuste automático do preço do diesel e da gasolina em periodicidade a ser definida antes de sua implantação, baseado em variáveis como o preço de referência desses derivados no mercado internacional, taxa de câmbio e ponderação associada à origem do derivado vendido, se refinado no Brasil ou importado.

Também está previsto mecanismo que impede o repasse da volatilidade dos preços internacionais ao consumidor doméstico.

A Petrobras reafirma que a metodologia foi aprovada pela Diretoria e apresentada ao Conselho de Administração, o qual solicitou estudos adicionais, ora em elaboração.

A Companhia reitera que o fato relevante em si se refere à introdução de uma fórmula de precificação do diesel e da gasolina que dê maior previsibilidade à geração de caixa e redução dos índices de alavancagem da Petrobras.

A Petrobras manterá seus acionistas e demais partes interessadas oportuna e adequadamente informados a respeito do desenvolvimento do tema.”
 

Para saber mais sobre a Composição de Preços, visite nosso site.

Confira, ainda, outras informações sobre combustíveis no site da Petrobras Distribuidora.
 

Postado em: [Produtos e Serviços]

12 comentários

carlos da silva

29.No.2014

é um abisurdo oq os politicos fazem com a população, pagamos tantos imposto e ainda temos q pagar e uma tarifa tão alta na gasolina até q ponto isso vai chegar ?

Ricardo Arantes Gonçalves

25.Ju.2014

Por que se cobra o valor do dólar nos combustíveis o brasil se nossa realidade é outra meu salario não é em dólar o salario dos americanos é bem maior que o nosso e os impostos no brasil são exorbitantes para pagar mordomias de políticos. Na Venezuela o valor do litro da gasolina é 0,50 de real.

Dirceu

29.Ma.2014

Pra quem não entende o porque do Etanol. 1. Ele aumenta a octanagem da gasolina. Isso significa que a gasolina pode ser comprimida a níveis maiores sem ocorrer a auto-detonação. Antigamente, isso era feito com a adição de chumbo na gasolina. O Etanol era muito menos poluente e a melhor alternativa. Hoje existem outras soluções pouco poluentes, mas o Brasil decidiu manter o Etanol. 2. Os carros nacionais foram projetados para trabalhar com a mistura de 20 a 25% de Etanol. Se for usada gasolina pura num carro, desses, não há garantias de que ele irá ter um melhor rendimento. Além disso, pode ocorrer diversas coisas: render menos potência, poluir mais, desgastar algumas peças e componentes e até mesmo danificar o motor. 3. Não é só o Brasil que adiciona álcool à gasolina. Finlândia, Canadá, Austrália e alguns estados dos Estados Unidos também fazem isso. E pior, alguns países usam Metanol, que é muito mais perigoso.

Grasielle

27.Ma.2014

Porque adição de ETANOL? De onde vem essa obrigatoriedade? Nada justifica os preços exorbitantes. Nada justifica a não fiscalização, o cartel praticado em TODAS as cidades Brasileiras. Está insustentável a situação!

aline santos

25.Ma.2014

o preço da gasolina é o mesmo em qualquer lugar então não faz diferença em lugar algum.

Arsenio Claudio Rocha Borges

24.Ma.2014

"A gasolina comercializada no Brasil deve conter etanol anidro" eu acho interessante, ou vocês querem enganar os sábios ou querem pegar os leigos? Bom, vejamos, gostaria que me esclarecesse porque que é "uma obrigação" conter etanol na mistura da gasolina? Agora eu quero uma explicação obvia, logica e precisa. Não venham me dizer porque esta previsto em lei. Bom, a regulamentação afirma que pode ser adicionado ate tantos por centos de etanol junto a gasolina. Mas isso nao quer dizer que tem que ser adicionado.

CARLOS TADEU MAZZA MENDES

20.Ma.2014

Bom, vcs podem usar varias desculpas, mas hoje existe algo chamado internet onde temos acesso a preços em outros países, e podemos ver a diferença de preço. Já no caso especifico o Etanol, este eu posso falar com propriedade que é um abuso o preço, já que a cana era comercializada a 4 anos atrás para as Usinas a R$ 45, 00 (reais) a tonelada, mas em todos esses anos se manteve o preço, chegando a custas até R$ 35,00 (reais), inclusive no ano 2013 e 2014. Então porque do aumento?

Carla Campos

20.Ma.2014

Bom dia! Também gostaria do dado "variação do aumento dos combustíveis no período de fevereiro 2006 e fevereiro 2014". Fui até a versão anterior do site e não encontrei esta informação. Gostaria imensamente de obter esta ajuda. Aguardo ansiosamente, pois é para compor um trabalho de grande importância para nosso município.

Fatos e Dados

20.Ma.2014

Olá, Carla,

infelizmente, sua demanda foge à área de competência do blog. Sugerimos que solicite essa informação por meio do Fale Conosco, em nosso site.

Saudações,

a equipe

José Humberto Santos Cruz

10.Ma.2014

gostaria de saber quanto tivemos de aumento nos combustíveis no ano de 2013 á março de 2014 ?

Fatos e Dados

11.Ma.2014

Olá, José,

sugerimos que busque esta informação na versão anterior do blog, pois foi onde noticiamos os reajustes realizados.

Saudações,

a equipe

Denis

06.Ma.2014

Meu sonho era poder ver todo esse povo que aprova o aumento de impostos, aumenta o valor da cesta básica, aumenta o valor do gasolina, (POLÍTICOS) ganhando um salário mínimo por mês, como 70% da população Brasileira, o que eles iriam falar sobre esses aumentos absurdos que eles tem feito!! Gasto 1/3 do meu rendimento, apenas com transporte. Carro ou ônibus para ir até o local de trabalho; Almoço próximo ao meu local de trabalho; (sai mais barato almoçar na cidade, do que ir até em casa e voltar) Carro ou ônibus para a faculdade; Carro ou ônibus para retornar para casa!!! Saio de casa as 7hs da manhã e retorno meia noite!!!

Walter Guimarães Jr.

03.Ma.2014

Nos EUA o preço do galão de gasolina é de aproximadamente U$ 3.59 por galão. 1 galão é igual a 3,78 litros o que dá U$ 0,95 por litro ou R$ 2,20 por litro. Pode conferir no Google olhando diretamente as placas nos postos. Os impostos no Brasil são de 34% conforme informação neste artigo. Não tem que aumentar os combustíveis para salvar o balanço da Petrobras, está faltando é vergonha na cara destes políticos. Imposto justo já. Isto está beirando o confisco.

Ednaldo

20.Fe.2014

É uma palhaçada o preço dos combustíveis no Brasil. De que vale essa alto suficiência? Para quem usa o combustível não teve alteração, ou melhor, teve sim, com os preços sempre aumentando. E para quê essa palhaçada de carro com combustível flex?! Tenho um carro flex que compre faz oito anos e só usei o álcool faz uns quatro anos, ou seja, não tem como ajudar a natureza se o Governo não ajuda o cidadão que paga os mais altos impostos do planeta! Esse Brasil é uma palhaçada! Não tenho orgulho nenhum de ser brasileiro, tenho vergonha. Se desse, já estaria morando nos Estados Unidos.