Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Vamos incrementar em até 50% produção em cinco poços no Parque das Baleias, no ES

15.Ago.2016

Skid-Parque-das-Baleias.jpg

Planejamos instalar, no segundo semestre, novos sistemas de elevação artificial em poços nos campos de Jubarte e Baleia Anã, localizados na área conhecida como Parque das Baleias, na porção capixaba da Bacia de Campos.  A entrada em operação desses equipamentos vai permitir um incremento de até 50% na produção desses poços.

Cada sistema é composto por um equipamento alojador (skid) e pela bomba centrífuga (BCSS). A instalação das bombas em skids é um desenvolvimento tecnológico nosso, que permite realizar eventual manutenção ou substituição de bomba com impacto mínimo na produção. Depositamos pedido de patente no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) para proteção da tecnologia. A FMC Technologies foi a responsável pelo detalhamento e fabricação do skid. Já a BCSS, para utilização no Parque das Baleias, foi fabricada pela Schlumberger. A solução foi relacionada como uma das finalistas do Prêmio ANP de Inovação Tecnológica deste ano, promovido pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP).

Ao todo, serão instalados cinco novos módulos (skid e BCSS) em poços da região. O primeiro e segundo módulo já estão em operação. O terceiro foi instalado neste mês e o quarto será instalado em agosto. Todos estarão operando até o final deste ano. O quinto módulo ainda está em fase de planejamento, sem data definida.

Antes da entrada dos novos sistemas era usado o gas-lift, que é um método de elevação artificial largamente utilizado na indústria de petróleo em campos maduros ou onde se quer simplesmente aumentar a produção. O método consiste na injeção de gás natural num determinado ponto da coluna de produção, que reduz a pressão requerida no fundo do poço para o petróleo atingir a superfície.

Produção - O Parque das Baleias apresentou excelentes resultados em 2015 e foi uma das áreas mais importantes para a companhia superar a meta de produção diária de 2,125 milhões de barris de petróleo naquele ano. No primeiro semestre de 2016, a produção da área foi superior a 300 mil barris de petróleo por dia, em média.

Leia também:

Conheça curiosidades sobre equipamentos de nossos sistemas submarinos

Vamos operar o quarto sistema de separação e reinjeção de gás carbônico no pré-sal

Postado em: [Tecnologia e Inovação]

0 comentários

*Campos obrigatórios




Enviar