Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Vencemos as três categorias do prêmio ANP de Inovação Tecnológica

01.Set.2017

vencedoresANP.pngCom projetos desenvolvidos pelos nossos pesquisadores e parceiros, vencemos as três categorias do prêmio de Inovação Tecnológica 2017, promovido pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). São soluções de última geração que contribuíram para aumentar a eficiência das atividades offshore da companhia, além de reduzir custos das operações. Com o tema “Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis”, a cerimônia de premiação deste ano, que ocorreu nesta quinta-feira (31/08) no Palácio do Itamaraty, no Rio de Janeiro, reconheceu ao todo nove projetos que concorreram em três categorias. Participamos com dois projetos em cada uma das categorias.

O prêmio ANP de Inovação Tecnológica tem o objetivo de reconhecer e premiar tecnologias inovadoras que tenham aplicação na indústria de petróleo e gás natural, desenvolvidas por instituições de ciência e tecnologia e empresas nacionais. São avaliados os critérios de originalidade, aplicação e funcionalidade da tecnologia, contribuição científica e tecnológica do projeto. Com 44 projetos inscritos nesta edição, já tivemos tecnologias vencedoras em todas as edições do prêmio.

Na primeira categoria, "Inovação Tecnológica desenvolvida no Brasil por instituição credenciada pela ANP em colaboração com empresa petrolífera", vencemos com o projeto Doris - Sistema Robótico Móvel para Inspeção Remota de Instalações Offshore, desenvolvido pela Petrobras, Universidade Federal do Rio de Janeiro e Statoil. Já na segunda categoria, "Inovação Tecnológica desenvolvida no Brasil por micro, pequena ou média empresa fornecedora brasileira do segmento de petróleo, gás natural e biocombustíveis em colaboração com empresa petrolífera", o ganhador foi Pilotos de Sistemas de Manutenção Preditiva do SSE, desenvolvido pela Petrobras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS) e Trisolutions.

Na terceira categoria, "Inovação Tecnológica desenvolvida no Brasil por empresa fornecedora brasileira de grande porte do segmento de petróleo, gás natural e biocombustíveis em colaboração com empresa petrolífera" foi premiado o projeto Otimização do processo de perfuração no pré-sal, desenvolvido pela Petrobras e Schlumberger.Premio anp 1.jpg

Investimento em inovação - Na abertura da cerimônia, o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, citou a importância da inovação para o crescimento da companhia. “A Petrobras sempre cresceu utilizando tecnologia e inovação. Desde os anos 50 foi criada a base tecnológica para que a companhia tivesse o sucesso que teve nos anos futuros”, afirmou. Oddone finalizou seu discurso com uma novidade: no ano que vem, o prêmio terá uma nova categoria para reconhecer o projeto que mais contribuir para a recuperação de petróleo e gás.

O gerente executivo do nosso Centro de Pesquisas, Joper Andrade, ressaltou a importância do investimento em inovação. “Vivemos em um mundo tão veloz, de tantas mudanças, que é preciso se repensar todos os dias para sobreviver. Por isso a tecnologia e a inovação são cada vez mais fundamentais na nossa indústria”, destacou.

Saiba mais sobre os projetos vencedores de 2017:

Categoria I - Inovação Tecnológica desenvolvida no Brasil por instituição credenciada pela ANP em colaboração com empresa petrolífera:

Doris - Sistema Robótico Móvel para Inspeção Remota de Instalações Offshore

O objetivo desse projeto, parceria da Petrobras e Statoil, é desenvolver tecnologias essenciais para a supervisão remota, diagnóstico e aquisição de dados destinados a instalações offshore. O sistema é composto por um robô móvel capaz de transportar diferentes sensores através do ambiente inspecionado, que em conjunto com algoritmos de processamento de sinais, são responsáveis pela análise de dados e identificação de anomalias.

Categoria II - Inovação Tecnológica desenvolvida no Brasil por micro, pequena ou média empresa fornecedora brasileira do segmento de petróleo, gás natural e biocombustíveis em colaboração com empresa petrolífera:

Pilotos de Sistemas de Manutenção Preditiva do SSE

Foi desenvolvida a Plataforma de Gerenciamento de Ativos (PGA), que possibilita o monitoramento histórico e em tempo real da eficiência e da condição dos ativos de uma planta industrial. A PGA compreende todo um sistema flexível de aquisição, pré-tratamento, processamento e visualização de dados de processo e resultados de análises de produtos. Com esse software, equipes de produção e acompanhamento podem calcular a eficiência instantânea dos principais equipamentos e processos, realizando os ajustes necessários para otimizá-los.

Categoria III - Inovação Tecnológica desenvolvida no Brasil por empresa fornecedora brasileira de grande porte do segmento de petróleo, gás natural e biocombustíveis em colaboração com empresa petrolífera:

Otimização do processo de perfuração no pré-sal

O principal objetivo do projeto é a redução do custos de construção de poços offshore na Bacia de Santos. Essa solução incluiu testes em escala real em laboratório, bem como testes de campo na Bacia de Santos. A tecnologia que permitiu o desenvolvimento desse projeto foi o chamado "cortador de diamente cônico", que apresenta maior resistência ao impacto e abrasão quando comparado aos cortadores tradicionais. A solução englobou, ainda, o desenvolvimento de cinco protótipos de broca.

Também concorreram ao prêmio como nossos projetos finalistas: Provador Ultrassônico de Corrosão (PROVUS), Métodos magnéticos para mitigação de incrustações inorgânicas em poços e Otimização de olefinas leves e qualidade de combustíveis.

Leia Também:

O&G TechWeek apresenta o futuro da indústria de óleo e gás

Aumentamos nossa capacidade de processamento de dados exploratórios

Engenheiro ganha prêmio internacional da Society of Petroleum Engineers (SPE)

Recebemos reconhecimento como uma das empresas mais inovadoras do país

Postado em: [Reconhecimento, Tecnologia e Inovação]

0 comentários

*Campos obrigatórios




Enviar