Oferta de Gás Natural

Com investimentos robustos em diversas etapas da cadeia associada ao gás natural, garantimos o atendimento pleno às demandas desse importante mercado: desde matérias-primas para indústrias e refinarias até a entrega, por meio de distribuidoras locais, para termelétricas, indústrias, casas e postos. Com uma média de 96,10 milhões de m³/dia em 2014, nossa oferta de gás natural cresceu 10% em relação ao volume médio de 87,30 milhões de m³/dia no ano anterior. Até o horizonte de 2030, a oferta, em termos de capacidade, será suficiente para atender à demanda de todos os compromissos assumidos.

Atualmente, o gás natural ofertado ao mercado brasileiro tem origem na produção nacional, no gás importado da Bolívia e no Gás Natural Liquefeito (GNL), que é comprado de outros fornecedores, para ser regaseificado em um dos três terminais da Petrobras:

  • Pecém (CE)
  • Baía de Todos os Santos (BA) ou
  • Baía de Guanabara (RJ).

Para o período 2020-2030, a capacidade de oferta média estimada é de 168 milhões de m³/dia, cujo crescimento será impulsionado pelo gás natural produzido no Brasil. Para isso, há a previsão de investimentos na eficiência das operações e a centralização de esforços no escoamento do gás produzido no pré-sal.

Oferta_gas_natural_PT.jpg

Entenda o ciclo do gás natural

O gás natural é um combustível proveniente das frações mais leves do petróleo produzido nas bacias sedimentares terrestres e marítimas. Em todo o mundo, cresce o consumo dessa importante fonte de energia, que tem usos diversos. O gás natural é usado como combustível nas usinas termelétricas, que complementam as necessidades de energia do país. Também é convertido em ureia, amônia e outros produtos usados como matéria-prima em diferentes tipos de indústria. O gás ainda é usado como combustível nos transportes e como fonte de energia em residências e indústrias.

Conheça melhor o ciclo do gás natural: