Ciência sem Fronteiras

Apoiamos a formação dos estudantes e pesquisadores brasileiros com o investimento em bolsas de estudo no exterior.

Você sabia que uma lei prevê que, nos campos de petróleo de alta produtividade, as empresas concessionárias devem investir 1% da receita bruta em Pesquisa e Desenvolvimento? É com esse recurso que decidimos complementar as ações do Programa Ciência sem Fronteiras, porque acreditamos na capacidade de inovação e na competitividade dos cientistas brasileiros.

O Programa Ciência sem Fronteiras oferece recursos para a participação de alunos de graduação e pós-graduação que tenham interesse em estudar no exterior temas relacionados a tecnologia e inovação. Dentro dele, selecionamos algumas linhas específicas para investir.

Tipos de bolsa

Graduação-sanduíche no Exterior (SWG) – para alunos de graduação participarem de estágios de 6 meses a 1 ano
(de 6 a 9 meses em atividades acadêmicas e o restante em laboratórios de pesquisa, empresas ou centros de Pesquisa e Desenvolvimento). As instituições devem estar entre as melhores do mundo nas suas respectivas áreas do conhecimento. Estão previstas 2.754 bolsas.

Doutorado-sanduíche no Exterior (SWE) – para alunos de doutorado permanecerem por até 12 meses no exterior em instituição reconhecida pelo desempenho nas áreas prioritárias do Programa. Estão previstas 1.901 bolsas.

Doutorado Pleno no Exterior (GDE) – para alunos de doutorado que pretendem fazer todo o curso em instituição de alto desempenho nas áreas prioritárias do Programa. Estão previstas 345 bolsas.

Para se inscrever, o candidato precisa:

  • Ser aluno de graduação ou doutorado de universidades e instituições de Ciência e Tecnologia que atendam às condições estabelecidas no Programa Ciência Sem Fronteiras;
  • Ter interesse e/ou projeto de pesquisa aplicada ou desenvolvimento tecnológico e de inovação nas linhas de interesse da Petrobras.

Linhas de interesse selecionadas

  • Biodiversidade e Bioprospecção
  • Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde
  • Biotecnologia
  • Ciências do Mar
  • Ciências Exatas e da Terra
  • Computação e Tecnologias da Informação
  • Energias Renováveis
  • Engenharias e demais áreas tecnológicas
  • Nanotecnologia e Novos Materiais
  • Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva
  • Petróleo, Gás e Carvão Mineral
  • Produção Agrícola Sustentável
  • Tecnologia Mineral
  • Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais

Inscrições

Pelo site do Programa Ciência sem Fronteiras ou por meio das instituições de ensino de cada estudante.