Mudanças no Clima

Estamos diante de um desafio global: conciliar a ampliação do acesso à energia, redução de emissão de gases de efeito estufa e segurança energética nos prazos requeridos e com custos aceitáveis para a sociedade.

Considerar mudança do clima em nosso planejamento e decisões é um requisito ético. É também uma necessidade de negócio, para que nos mantenhamos competitivos e rentáveis em um ambiente de transição para uma economia de baixo carbono e com alta incerteza.

Elaboramos três cenários (transição energética lenta, moderada e acelerada ) que orientam a nossa visão e projetam como pode ser o futuro da energia nesse contexto de transição.

Reafirmamos nosso compromisso em fornecer a energia que move a sociedade a realizar o seu potencial, ao mesmo tempo em que reduzimos a intensidade de carbono de nossas emissões.


Quer saber como nos preparamos para nos manter competitivos?

Conheça nossa publicação Caderno de Mudança do Clima onde falamos sobre a visão de futuro da energia, nossas estratégias, como gerimos as emissões dos nossos negócios e como preparamos nossos processos para mitigar riscos e aproveitar oportunidades da transição no horizonte 2040:

 

Visão

O desafio colocado pela transição para uma economia baseada em baixo carbono foi um dos principais motivadores para a atualização de nosso posicionamento estratégico.

O conjunto de nossas 10 estratégias privilegia o equilíbrio entre rentabilidade e risco neste contexto de profundas transformações.

bussola.png

NOSSA DIREÇÃO

  • Foco na exploração e produção de óleo e gás natural notadamente no pré sal brasileiro;
  • No médio prazo a comercialização e utilização do gás natural como fonte de geração de energia ganhará mais relevância em nossos negócios, seguindo a tendência desse combustível na transição energética;
  • Como visão de longo prazo, estudaremos oportunidades em energias renováveis que tenham sinergias com nossas atividades e vantagens competitivas;
  • A tecnologia digital permeará nossas atividades com o foco na redução de custos e aumento de produtividade.

Reduzindo as emissões de nossas operações

Em nosso Plano Estratégico divulgamos metas e ambições relativas às emissões de carbono em nossas operações.

Também divulgamos perspectivas para outros indicadores, condizentes com a nossa visão de minimizar as emissões em nossas operações.

As decisões de nosso Plano de Negócios e Gestão 2019-2023 e Planejamento Estratégico 2040 resultam na perspectiva de redução da intensidade de carbono de nossa cadeia de valor.

Para cada unidade de energia entregue aos nossos consumidores, haverá menos emissões associadas, considerando a soma de nossas emissões operacionais com aquelas do uso de nossos produtos.

A inovação é o elemento mais relevante do elo para possibilitar trajetórias de emissão compatíveis com o Acordo de Paris, e estamos comprometidos com o investimento em pesquisa, desenvolvimento e inovação em baixo carbono.

Nossas emissões totais de gases de efeito estufa em 2018 apresentaram uma redução de 8% quando comparadas com o ano anterior devido, principalmente, à redução do despacho termelétrico. Saiba mais sobre nossos resultados em 2018, em nosso Relatório de Sustentabilidade, em “Transição para uma economia de baixo carbono”.

grafico.png

Parcerias

Aderimos aos principais códigos mundiais de conduta e reporting que atuam na transição para uma economia de baixo carbono.

Atuamos ativamente em parceria com outras empresas do setor, sendo afiliados da IPIECA (Global Oil and Gas Industry Association for Environmental and Social Issues), da IOGP (Internacional Association of Oil and Gas Producers) e participamos do Instituto Brasileiro de Petróleo.

Além disso, somos membros da Oil and Gas Climate Initiative (OGCI). As empresas afiliadas à OGCI se comprometeram a investir, conjuntamente, pelo menos US$ 1 bilhão, nos próximos dez anos, para desenvolver tecnologias e iniciativas que contribuam para a redução das emissões de gases de efeito estufa.

missao_03.png

A OGCI tem como missão alavancar as forças coletivas para reduzir a pegada de carbono das cadeias de valor de energia, indústria e transporte por meio de engajamentos, políticas, investimentos e implantação de projetos de inovação.

ÁREAS DE FOCO

  • icon2.png

    Reduzindo a pegada de carbono da cadeia de valor da energia

  • icon3.png

    Acelerando soluções de baixo carbono

  • icon4.png

    Promovendo um modelo circular de carbono

Os projetos patrocinados através do Programa Petrobras Socioambiental, na linha de Florestas e Clima, são outra frente de atuação que contribui para a conservação dos estoques de carbono.